Header AD

E segue a onda de violência em Macapá: Professor da rede estadual é assassinado em assalto.

Desta vez a vítima é um professor da rede pública estadual. O clima na cidade de Macapá parece surreal, amedrontada por onda de violência dos últimos dias.




Do site do Seles Nafes.
Professor é assassinado com 10 tiros

Criminosos anunciaram assalto, mas dispararam 10 vezes e não levaram a moto da vítima
OLHO DE BOTO

Um professor da rede pública do Amapá foi assassinado a tiros no fim da noite dessa quarta-feira, 3, durante um suposto roubo no Bairro do Muca, zona sul de Macapá. A esposa da vítima, que presenciou tudo, disse que os criminosos anunciaram um assalto, mas chama atenção a quantidade de tiros disparados na vítima, 10 ao todo.

O crime ocorreu às 23h15min, na Rua Remo Amoras. O professor Aluízio Ribeiro Dias, de 33 anos, estava na companhia da esposa. Ele havia acabado de estacionar a moto na calçada de um comércio, comprou uma garrafa de vinho e já caminhava na direção da motocicleta onde a esposa aguardava.

De repente, os criminosos chegaram num carro prata e interceptaram o casal. Dois homens armados desceram do veículo e disseram que queriam a moto da vítima.  Subitamente, um deles disparou várias vezes contra o professor que morreu ainda no local.

A perícia da Polícia Técnica (Politec) confirmou os 10 tiros pelo corpo. A munição usada no crime é de uma pistola ponto 40, de uso restrito das forças policiais. Os criminosos fugiram rapidamente sem levar a moto e ainda não foram encontrados.

A esposa da vítima, que nada sofreu, informou à Polícia Militar que os bandidos pensaram que o marido fosse reagir ao assalto por causa de um movimento brusco. Mas a quantidade de tiros levantou outra suspeita.

“Primeiramente seria uma tentativa de assalto seguida da morte. Mas como foram 10 disparos de ponto 40, a Polícia Civil poderá seguir também uma outra linha de investigação, o que não descarta a possibilidade de um assalto, já que o professor era uma pessoa de bem”, ponderou o capitão Carlos Augusto, do 1º Batalhão da PM.

O professor Aluízio Dias tinha dois filhos e trabalhava na rede pública estadual.
Leia mais: Secretário reconhece que há aumento da violência no AP em governo do PDT.
Leia mais: Acadêmico de Direito é morto em assalto, ele havia acabado de pagar mensalidade do curso.
___
E segue a onda de violência em Macapá: Professor da rede estadual é assassinado em assalto. E segue a onda de violência em Macapá: Professor da rede estadual é assassinado em assalto. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, agosto 04, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD