Header AD

Deputados pedem à PGR afastamento de Temer por ter recebido propina de R$ 10 milhões em dinheiro vivo.

O presidente interino é acusado de receber propina de R$10 milhões em dinheiro vivo. A delação do empresário Marcelo Odebrecht compromete Temer e pode por em risco o golpe parlamentar na aprovação do afastamento definitivo da presidente Dilma Roussef.

Foto Beto Barata/Pr.

Do Valor.

A oposição na Câmara dos Deputados e no Senado Federal vai protocolar na tarde desta segunda-feira pedido para que a Procuradoria-Geral da República (PGR) entre com ação sugerindo o afastamento do presidente interino da República Michel Temer (PMDB) por, entre outros motivos, supostamente ter recebido caixa dois de campanha da Odebrecht.

Reportagem da revista “Veja” deste fim de semana diz que, ao negociar delação premiada, o empresário Marcelo Bahia Odebrecht relatou à força-tarefa da operação Lava-Jato que repassou R$ 10 milhões em dinheiro ao PMDB, em 2014, a pedido de Temer, que é presidente licenciado do partido.

“Ainda é muito recente. Ele [Temer] tem o direito de se defender. Mas não vamos passar a mão na cabeça de ninguém”, disse o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES). Para o tucano, a informação não afeta o processo de impeachment de Dilma. “Por causa de uma denúncia não se anula, não isenta a presidente afastada dos crimes que ela cometeu”, sustentou.

A assessoria do pemedebista confirmou o pedido, mas disse que a doação foi legal e registrada na Justiça Eleitoral.

Pronúncia

Líder da bancada de oposição no Senado, Lindbergh Farias (PT-RJ) disse nesta segunda que o PT ingressará ainda hoje com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para adiar a votação da pronúncia do processo de impeachment, cuja sessão está marcada para amanhã.

A medida cautelar argumentará que é preciso barrar o andamento do processo que pode efetivar Temer no cargo, após a divulgação de notícias de que executivos da Odebrecht devem apresentar à Lava-Jato.

A cassação de Dilma Rousseff, e consequente confirmação de Temer no cargo, blindaria o interino da investigação, lembrou o senador. “Se Temer vira presidente em definitivo, ele não pode ser investigado da acusação de receber R$ 10 milhões, entregues em dinheiro vivo. Ele vai estar blindado, porque o artigo 86 da Constituição é claro: esse é um fato anterior a seu mandato, é de 2014. Ou seja, a votação do processo do impeachment significará uma blindagem de Temer, que ganha imunidade constitucional”, explicou.

.
__
Deputados pedem à PGR afastamento de Temer por ter recebido propina de R$ 10 milhões em dinheiro vivo. Deputados pedem à PGR afastamento de Temer por ter recebido propina de R$ 10 milhões em dinheiro vivo. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, agosto 08, 2016 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD