Header AD

Aulas suspensas: sem vigilantes, escolas vivem onda de furtos e assaltos.

A Polícia Militar informa que foram realizados furtos em duas escolas durante a madrugada desta sexta-feira (12) em Macapá. Onda de violência no Estado aumentou nos últimos meses, principalmente nas escolas depois que o governo do Amapá suspendeu todos os contratos dos vigilantes. 



Do G1/AP.
As escolas estaduais Serafini Costaperária e José de Anchieta foram alvos de furtos durante a madrugada desta sexta-feira (12) em Macapá, informou a Polícia Militar (PM) do Amapá. Os registros aconteceram nas zonas Norte e Sul da capital e até esta publicação, nenhum suspeito havia sido preso ou identificado. Ambas as instituições suspenderam as aulas.

De acordo com a polícia, na escola Serafini, localizada no bairro Jardim Felicidade, na Zona Norte de Macapá, foram furtados 3 computadores, 3 impressoas, 2 aparelhos de ar-condicionado, 2 retroprojetores, 2 microfones sem fio e um aparelho de som.

Na escola José de Anchieta, no bairro Santa Rita, Zona Sul da capital, foram levados uma bomba d'água e materiais de mídia, informou a polícia. O roubo também ocorreu durante a madrugada, segundo funcionários que, ao chegarem aos referidos locais de trabalho, notaram as portas arrombadas.

Desde a segunda-feira (8), a polícia tem registrado furtos e arrombamentos diários em escolas em Macapá e Santana. Os prédios da rede pública estadual de educação estão sem vigilantes desde 3 de agosto após o governo decidir não renovar os contratos com as empresas que prestavam o serviço para 136 escolas de Macapá e Santana. A segurança passou a ser feita por policiais militares através de rondas.

Na quinta-feira (11), a Escola Estadual Deuzuite Cavalcante, que fica no bairro Perpétuo Socorro, na Zona Leste de Macapá foi invadida por criminosos, que furtaram computadores, impressoras e objetos de várias salas. A escola suspendeu as aulas, com previsão de retorno para segunda-feira (15).

Em Santana, a 17 quilômetros de Macapá, a escola Everaldo Vasconcelos, no bairro Paraíso foi furtada duas vezes na segunda-feira (8). Segundo a direção da escola, os criminosos entraram na no prédio na madrugada de domingo (7) e levaram computadores. No mesmo dia, durante a tarde, o colégio também eve botijões e materiais de cozinha roubados.
[...]
__
Aulas suspensas: sem vigilantes, escolas vivem onda de furtos e assaltos. Aulas suspensas: sem vigilantes, escolas vivem onda de furtos e assaltos. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, agosto 12, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD