Header AD

GEA culpa "crise" pelo calote em parcela do 13º salário.

O Governo do Amapá frustou classe do servidor público estadual ao anunciar que não pagará 50% do 13° salário.

Foto-Asscom - GEA

Segundo o governo, o agravamento da crise financeira não permite o adiantamento da primeira parcela do 13° salário dos servidores do Amapá.

O anúncio foi feito pelo governador Waldez Góes, à Frente dos Servidores do Estado que reuniu 34 sindicatos, na tarde desta quarta-feira, 13, no Palácio do Setentrião.

Na mesa de diálogo permanente foram expostos os demonstrativos da arrecadação própria e dos repasses federais, o que teria comprovado a inviabilidade financeira.

“O cenário da receita é extremamente instável. Estamos unindo todos os esforços para honrar o pagamento. Aguardamos os repasses federais do 1º decêndio do mês de julho. Mas até o dia 12 o déficit das despesas obrigatórias atingiu os R$25 milhões", relatou o secretário de Estado da Fazenda, Josenildo Abrantes.

Calote revoltou servidores, que emitiram contrariedade nas redes sociais. Indignada, professora reverberou contrariedade à gestão estadual.

 Quero que o PDT se lasque em todos os municípios. Foda-se do partido filho da puta. Vai surrupiar o dinheiro do cão, bando de pilantra!  escreveu a professora Lia Borralho, revoltada, em uma rede social.

O governador Wadez Góes (PDT) foi eleito com apoio da esmagadora maioria dos professores e educadores do Estado, os docentes utilizaram várias estratégias para desgastar o governo anterior, que na ocasião tentava dar reajuste de quase 17%. Na época, professores revoltados chegaram ao ponto de tentar "linchar" o ex-governador na saída da Universidade Estadual (UEAP), em 2012.
__
GEA culpa "crise" pelo calote em parcela do 13º salário. GEA culpa "crise" pelo calote em parcela do 13º salário. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, julho 13, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD