Header AD

Governo Waldez anuncia divisão no pagamento dos servidores públicos.

Na entrevista para o programa Luiz Melo na última segunda-feira, 18, o titular da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) Antônio Teles Júnior havia dito sobre a possibilidade de parcelamento da folha de pagamento do funcionalismo público estadual nos próximos meses. Agora é oficial, o governo anuncia que o pagamento será dividido. Uma parte dos servidores receberá no dia 30 e o restante no dia 10 de fevereiro, depois do carnaval.


Apesar da crise econômica que enfrenta o país, a folha de pagamento do Estado cresceu durante todo o ano de 2015. Em janeiro do ano passado havia 28.656 servidores e que o custo ao Estado era de R$ 138 milhões . Em maio, apenas 4 meses depois, o número de servidores em cargos comissionados saltou para 32.933 e a folha de pagamento atingiu os R$ 157 milhões (4.277 servidores a mais na folha de pagamento). Até julho de 2015, houve um aumento de mais de R$ 50 milhões nas despesas com pessoal.


Do G1 AP


Parte dos servidores receberá no dia 30 e o restante no dia 10 de fevereiro.
Medida é resultado da crise econômica vivida pela administração, diz governo.
Abinoan Santiago, do G1 AP

O governo do Amapá anunciou nesta quinta-feira (28) que vai fazer o escalonamento do pagamento dos servidores públicos. No sábado (30) serão efetuados os pagamentos dos salários dos funcionários efetivos, comissionados e servidores federais com gratificação paga pelo governo do Amapá. Os contratos administrativos e os servidores, que vão gozar férias no mês de fevereiro, receberão o pagamento no dia10 de fevereiro, após o carnaval.

A medida, segundo o governo, é resultado da crise econômica vivida pela administração. Em janeiro, o Amapá teve queda de pelo menos R$ 40 milhões nos dois primeiros repasses mensais do Fundo de Participação dos Estados (FPE), uma das principais fontes de arrecadação.

"Fomos pegos de surpresa. Em linhas gerais, o mês de janeiro é muito bom para a arrecadação porque ele reflete o trimestre anterior, que geralmente tem um crescimento na economia. O que aconteceu foi atípico. Tivemos uma retração muito forte nesse período e acendeu a luz vermelha", comentou o secretário de Planejamento, Antônio Teles Júnior, acrescentando que o governo não descartou totalmente o parcelamento dos salários.

Além disso, 2015 fechou com a menor arrecadação de impostos estaduais desde 2012. Os números mostram que as receitas próprias tiveram cifra de R$ 909.303 milhões. O número é abaixo do arrecadado no ano anterior, quando entraram para os cofres do estado R$ 1,03 bilhão.
Dos últimos quatro anos, a cifra arrecadada em 2015 é maior somente à registrada em 2012, quando o Estado conseguiu ter receita de R$ 863.699 milhões.

Em agosto de 2015, o secretário de Planejamento, disse ao G1 que o estado não pensava, à época, em parcelar o salário dos servidores públicos, desmentindo na ocasião boatos sobre a medida, por causa de “poupanças" de gastos públicos para pagar a folha.

O secretário da Fazenda, Josenildo Abrantes, adiantou que o pagamento dividido da folha de servidores deverá ser feita ao longo de 2016. Ele também descartou o aumento de impostos estaduais para 2017 como forma de compensação do cenário econômico.
"A gente trabalha na possibilidade de ocorrer em todo o decorrer do ano em função do cenário que mostra um 2016 pior que 2015. Se houver uma reação, a gente volta a pagar todos os servidores na mesma data", disse.

Para conter a crise, o governo deverá editar uma nova medida de contenção de gastos, o que na avaliação da equipe econômica do estado, será "mais radical" a realizada em 2015, que diminuiu em 20% as despesas e que reduziu os salários do governador, vice e secretários.
__
Governo Waldez anuncia divisão no pagamento dos servidores públicos. Governo Waldez anuncia divisão no pagamento dos servidores públicos. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, janeiro 28, 2016 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD