Header AD

Fora da Presidência da Alap: Moisés tem revés depois de tentar impichar Waldez.

Moisés Souza (PSC) foi afastado do cargo de presidente da Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira, 1, por decisão de antigos aliados. O pedido foi feito por um grupo formado por 14 deputados estaduais que o acusam de improbidade administrativa em relação ao suposto "desaparecimento" de R$29 milhões repassados pelo Executivo à Assembleia. 


O inusitado aconteceu sobre o requerimento, que foi colocado em discussão - em votação aberta -durante a sessão conduzida pelo próprio Moisés Souza. Mais inabitual ainda foi o pedido para o afastamento ser protocolado pelo deputado Pedro da Lua, do mesmo partido do presidente - o PSC. A votação aconteceu em regime de urgência e teria surpreendido Moisés Souza, que dava posse a Antônio Furlan (PTB) no cargo de corregedor-geral.

Para conseguir o afastamento, deputados insatisfeitos se juntaram à oposição. “Até hoje não há uma clara explicação sobre os valores que foram repassados de antecipação pelo Governo do Estado e os funcionários e cargos comissionados estão sem receber seus salários, então temos que garantir que esse Poder tenha a sua funcionalidade. Por isso, a bancada do PSB nesta Casa votou pelo afastamento do presidente”, disse a deputada Cristina Almeida.

Dos 24, 13 deputados votaram a favor do afastamento, 7 contra, duas ausências e duas abstenções. Moisés Souza deve recorrer à Justiça para tentar voltar ao cargo.

A Assembleia vive uma crise desde que o governo do Estado começou a descontar as antecipações de duodécimo realizadas entre janeiro e agosto deste ano, num total de R$ 18 milhões. O fato fez com que o presidente Moisés Souza tentasse o impedimento do governador.

Assume a vaga o vice-presidente, deputado Kaká Barbosa (PTB).

Veja como votou cada deputado.

A favor da permanência de Moisés Souza: Charles Marques, Antônio Furlan, Jaime Perez (PRB), Júnior Favacho (PMDB), Márcio Serrão (PSDB), Maria Góes (PDT) e Michel JK (PSDB). Moisés Souza se absteve e Mira Rocha (PTB) e Raimunda Beirão (PSDB) não compareceram à sessão.

Contra: Cristina Almeida (PSB), Edna Auzier (PSD), Ericlaudio Alencar (PDT), Fabrício Furlan (PSOL), Jaci Amanajás (PPS), Jori Oeiras (PRTB), Kaká Barbosa (PRTB), Augusto Aguiar (PMDB), Marília Góes (PDT), Max da AABB (PSB), Paulo Lemos (PSOL), Pedro Da Lua (PSC) e Roseli Matos (DEM).

Modificado: 01-12-2015 às 17:13h.

__
Fora da Presidência da Alap: Moisés tem revés depois de tentar impichar Waldez. Fora da Presidência da Alap: Moisés tem revés depois de tentar impichar Waldez. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, dezembro 01, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD