Header AD

Governo e oposição cobram Moisés sobre R$ 29 milhões repassados à Alap.

Duodécimo: governo do Estado e oposição se unem por causa comum: saber onde foram parar supostos R$29 milhões repassados pelo Executivo à Assembleia Legislativa do Amapá (Alap).



Do site Amapá 24/7.

REPASSES: OPOSIÇÃO E GOVERNO QUEREM AGORA INVESTIGAR MOISÉS
(...)

Após o fracasso do processo de impeachment contra o governador Waldez Góes (PDT), enterrado nesta segunda-feira (24) pela própria Assembleia Legislativa, governo e posição passaram a defender o mesmo discurso, cobrando do presidente do legislativo, deputado Moisés Souza (PSC) que apresente a prestação de contas dos R$ 29 milhões antecipados pelo executivo e que dê transparência ao orçamento da Assembleia.

Durante entrevista concedida nesta terça-feira ao programa "Rota da Notícia" na rádio Marco Zero AM, o presidente do diretório do PSB no Amapá, senador João Alberto Capiberibe, disse ter recebido informações da bancada do partido na assembleia que os deputados irão agora investigar o destino dado aos R$ 29 milhões. "Eles não se julgavam em condições de julgar o governador, sem antes investigar o presidente" disse Capiberibe, ao ser questionado sobre a posição da bancada do partido na assembleia que votou pelo arquivamento do impeachment.

"Eu acho que eles deveriam se abster desse debate (sobre impeachment), porque esse não é o debate de fundo, o debate de fundo é saber onde foi parar esses R$ 29 milhões" defendeu Capiberibe.

Sobre o mesmo assunto o líder do governo na Assembleia, deputado Ericlaúdio Alencar (PRB), afirmou que a partir de agora "As atenções dos deputados estarão voltadas para a própria Casa, com o objetivo de saber o destino dos R$ 29 milhões". A mesma cobrança foi realizada pela primeira-dama do Estado e deputada Marília Góes (PDT), durante a leitura da denúncia do pedido de impeachment na Assembleia. Na ocasião Marília disse que o presidente precisava prestar conta dos valores antecipados.

Já o líder da oposição na Assembleia, deputado Paulo Lemos (PSOL) , embora favorável a continuidade do impeachment, tanto que foi o único parlamentar da oposição a votar pela continuidade do processo, defende a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar como ocorreu as antecipações do duodécimo e também o destino dado ao recurso no âmbito da Assembleia Legislativa.

O novo discursos mudou também o foco na Assembleia. De "maestro" da tentativa de cassação do mandato de Waldez, o presidente da Casa pode passar a condição de investigado e, quem sabe, ter o mandato cassado pelos próprios pares. No momento Moisés já conseguiu algo quase improvável até recentemente, ou seja, unir governo e oposição no mesmo discurso.
__
Governo e oposição cobram Moisés sobre R$ 29 milhões repassados à Alap. Governo e oposição cobram Moisés sobre R$ 29 milhões repassados à Alap. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, novembro 24, 2015 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD