Header AD

Governo e oposição cobram Moisés sobre R$ 29 milhões repassados à Alap.

Duodécimo: governo do Estado e oposição se unem por causa comum: saber onde foram parar supostos R$29 milhões repassados pelo Executivo à Assembleia Legislativa do Amapá (Alap).



Do site Amapá 24/7.

REPASSES: OPOSIÇÃO E GOVERNO QUEREM AGORA INVESTIGAR MOISÉS
(...)

Após o fracasso do processo de impeachment contra o governador Waldez Góes (PDT), enterrado nesta segunda-feira (24) pela própria Assembleia Legislativa, governo e posição passaram a defender o mesmo discurso, cobrando do presidente do legislativo, deputado Moisés Souza (PSC) que apresente a prestação de contas dos R$ 29 milhões antecipados pelo executivo e que dê transparência ao orçamento da Assembleia.

Durante entrevista concedida nesta terça-feira ao programa "Rota da Notícia" na rádio Marco Zero AM, o presidente do diretório do PSB no Amapá, senador João Alberto Capiberibe, disse ter recebido informações da bancada do partido na assembleia que os deputados irão agora investigar o destino dado aos R$ 29 milhões. "Eles não se julgavam em condições de julgar o governador, sem antes investigar o presidente" disse Capiberibe, ao ser questionado sobre a posição da bancada do partido na assembleia que votou pelo arquivamento do impeachment.

"Eu acho que eles deveriam se abster desse debate (sobre impeachment), porque esse não é o debate de fundo, o debate de fundo é saber onde foi parar esses R$ 29 milhões" defendeu Capiberibe.

Sobre o mesmo assunto o líder do governo na Assembleia, deputado Ericlaúdio Alencar (PRB), afirmou que a partir de agora "As atenções dos deputados estarão voltadas para a própria Casa, com o objetivo de saber o destino dos R$ 29 milhões". A mesma cobrança foi realizada pela primeira-dama do Estado e deputada Marília Góes (PDT), durante a leitura da denúncia do pedido de impeachment na Assembleia. Na ocasião Marília disse que o presidente precisava prestar conta dos valores antecipados.

Já o líder da oposição na Assembleia, deputado Paulo Lemos (PSOL) , embora favorável a continuidade do impeachment, tanto que foi o único parlamentar da oposição a votar pela continuidade do processo, defende a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar como ocorreu as antecipações do duodécimo e também o destino dado ao recurso no âmbito da Assembleia Legislativa.

O novo discursos mudou também o foco na Assembleia. De "maestro" da tentativa de cassação do mandato de Waldez, o presidente da Casa pode passar a condição de investigado e, quem sabe, ter o mandato cassado pelos próprios pares. No momento Moisés já conseguiu algo quase improvável até recentemente, ou seja, unir governo e oposição no mesmo discurso.
__
Governo e oposição cobram Moisés sobre R$ 29 milhões repassados à Alap. Governo e oposição cobram Moisés sobre R$ 29 milhões repassados à Alap. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, novembro 24, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD