Header AD

Projeto familiar? família de Gilvam Borges pretende disputar pelo menos 4 prefeituras.

O site sucursal do portal Brasil 24/7 no Amapá chama atenção dos leitores sobre possível projeto familiar no Estado. A matéria é desta sexta-feira (16).


A família do ex-senador Gilvam Borges pretende disputar ao menos 4 das 16 prefeituras do Estado, nas eleições municipais de 2016.

O projeto de poder foi revelado nesta quinta-feira (15) durante entrevista a uma das emissoras de rádio da referida família. Gilvam entregou recentemente a pasta da Secretaria do governo do Amapá em Brasília para se dedicar ao projeto familiar. Ele permanece aliado ao governador Waldez Góes (PDT).

Do site do Brasil 24/7/AP.

Amapá 247 - Gilvam pretende disputar à prefeitura de Macapá enquanto outros dois irmãos dele, o deputado federal Cabuçu Borges, e Dilson Borges disputam as prefeituras de Santana e Mazagão respectivamente. Dilson é o atual prefeito e vai disputar a reeleição, assim como o primo Elcias Borges, atual prefeito de Ferreira Gomes.

Sem mandato e sem cargo no serviço público Gilvam afirmou ter deixado a representação do Amapá na capital federal para se dedicar a campanha. Na prática porém o pleito de 2016 já começou para a família Borges, proprietária de diversas emissoras de rádio e Tv em todo o Estado.

Em Macapá e Santana, por exemplo, as emissoras do Grupo Beija-Flor fazem oposição sistemática aos gestores, desqualificando toda e qualquer medida. Logo após o pleito de 2014 funcionários dessas emissoras afirmaram publicamente que a prefeitura de Macapá seria o novo alvo das críticas.

Em dezembro de 2014 a Procuradoria Regional Eleitoral tentou conter o abuso ajuizando ação que pede a cassação dos diplomas do governador Waldez Góes(PDT), do vice-governador Papaléo Paes (PP) e Luiz Gionilson Borges (PMDB) por abuso dos meios de comunicação.

Na ação a PRE afirma que "passado o pleito de 2014, os jornalistas do Grupo Beija-Flor começaram a mirar as eleições de 2016, indicando de forma inequívoca que pretendem adotar as mesmas práticas com o fito de obter êxito para seu grupo político".

Fiel aliado do governador Waldez Góes (PDT) e do ex-senador José Sarney (PMDB), Gilvam não ganha uma eleição no Amapá desde 1994, quando foi eleito senador. Desde então disputou o governo do Estado e tentou duas vezes ser eleito novamente senador, mas não obteve êxito. Nas duas vezes que voltou ao senado ocupou a cadeira de João Alberto Capiberibe (PSB).

Gilvam considera a gestão de Mazagão como referência em relação ao modelo de gestão da família , porém moradores do munícipio reclamam de atraso salários, da qualidade da saúde, obras inacabadas, escolas sem merenda e algumas caindo aos pedaços.
___
Projeto familiar? família de Gilvam Borges pretende disputar pelo menos 4 prefeituras. Projeto familiar? família de Gilvam Borges pretende disputar pelo menos 4 prefeituras. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, outubro 16, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD