Header AD

“Créditos Podres II”: PF realiza nova operação e prende servidores da Assembleia do Legislativa.

A Polícia Federal realiza a operação “Créditos Podres II” e prende servidores da Assembleia Legislativa por possível desvios de cerca de R$ 12 milhões.


Confirmado. A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal, deflagrou na manhã desta quarta-feira, 7, a Operação “Créditos Podres II”, conforme antecipou o DMM, aqui.

A segunda etapa da "Créditos Podres" apura o suposto esquema de compensação de créditos previdenciários inexistentes envolvendo a Assembleia Legislativa do Amapá (Alap).

O delegado federal, Alan Teixeira disse à imprensa que foram expedidos 7 mandados  de prisão temporária, 7 mandados de condução coercitiva e 12 mandados de busca e apreensão em Macapá, Santana e Belém do Pará.

Um dos mandados de apreensão foi no prédio anexo da Assembleia Legislativa, onde foram apreendidos documentos e computadores que poderão ser utilizados como provas.

A PF investiga um contrato milionário entre Alap e a empresa Sigma no valor R$15 milhões e, segundo a PF, cerca de R$12,5 milhões teriam sido desviados da Assembleia Legislativa.

De acordo com o delegado do caso, Alan Teixeira, a "licitação [do contrato na Assembleia Legislativa] foi realizada, houve pagamentos à empresa [Sigma] pela Assembleia, mas não houve o serviço de compensação, até porque esta compensação seria ilegal". As pessoas investigadas responderão pelos crimes de peculato, associação criminosa, fraude à licitação e crime tributário.

Segundo a PF, foram conduzidos coercitivamente, José Ribeiro de Barros Filho, Stela Mara de Oliveira Brito, Gilmara Cristina, Gilmara Cristina Fernandes da Cruz, Leomar da Costa Bruce, Francisco Marcos de Sousa Alves, Claudiana dos Santos Maia e Everaldo Oliveira Alves de Queirós.

As pessoas que tiveram a prisão temporária decretada, Érika da Silva Freire, Orlando dos Santos Pinheiro, Sérgio Frederico Viana Jucá, Jeremias Moraes de Oliveira, Walmo Raimundo Maia Cardoso, Walkir Pinto Cardoso Neto e Antônio Maria Saldanha de Brito.
Os presos serão encaminhados para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá.

O delegado informou também que nessa operação não houve nenhum mandado de busca ou apreensão em residências de deputados.
___
“Créditos Podres II”: PF realiza nova operação e prende servidores da Assembleia do Legislativa. “Créditos Podres II”: PF realiza nova operação e prende servidores da Assembleia do Legislativa. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, outubro 07, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD