Header AD

Coluna Política.

Coluna Política, com Renivaldo Costa 01/10/2015.


Prédios I
O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, deputado Pedro da Lua (PSC-AP), protocolou esta semana um requerimento ao governador Waldez Góes, solicitando a criação de um grupo de trabalho intersetorial, formada pelas Secretarias de Governo (SEGOV), Administração (SEAD) e Infraestrutura (SEINF), bem como do Gabinete Civil, para realização de levantamento de imóveis pertencentes ao Poder Executivo Estadual atualmente sem utilização e elaboração de relatório indicando a situação desses imóveis e apontando propostas de uso.

Prédios II
Pedro da Lua cita como exemplo de imóveis abandonados o prédio que seria destinado ao gerenciamento do Passe Social Estudantil (PSE), localizado na Avenida FAB, em frente a Câmara de Vereadores de Macapá. O prédio, de excelente localização, foi abandonado em janeiro de 2014. Outro prédio abandonado há vários anos é o localizado ao lado da OAB, na Praça Isaac Zagury. Para o local, o parlamentar propõe a criação de uma Galeria de Arte, onde os artistas plásticos possam expor e comercializar suas obras. Ele também menciona o prédio onde funcionou o antigo Centro de Aprendizagem e Proteção ao Menor (CENAPROM), no Bairro Buritizal. Trata-se de um quarteirão inteiro hoje ocupado por quatro famílias. Caso semelhante é o imóvel onde funcionou o antigo Palácio Rui Barbosa, de igual modo abandonado há vários anos.

Eu também sinto sono
Tá comprovado porque ninguém escuta a Dilma e sua rejeição só avança. Segundo estudos realizados pela Universidade de Sheffield, da Inglaterra, os homens não dão ouvidos para as mulheres, pois a voz delas é mais aguda e emite uma quantidade maior de ondas sonoras, o que faz o cérebro masculino trabalhar mais. E, depois de um tempo, eles ficam cansados de ouvi-las e, por isso, ficam com a aquela cara de quem está hipnotizado. Portanto, não ligue se começarmos a bocejar, não é nada pessoal.

Sobre o PT...
Ao longo dos anos, fui me convencendo de que parte expressiva dos dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT), com destaque para Lula, não tinha um projeto de sociedade para o Brasil. Havia quase que exclusivamente um projeto de poder. Portanto, atualmente, não há espaço para surpresa ou decepção. O fato é que Lula e o PT morreram. Enterremos Lula e, sem compaixão, deixemos o PT chorar os seus mortos. E que o espectro de Lula não ronde as esquerdas brasileiras nos próximos anos. Assim, poderemos reconstruir blocos consistentes de forças políticas efetivamente democráticas e populares. Lula e Dilma foram apostas perdidas.

PERSONAGENS DO JORNALISMO AMAPAENSE

Manfredo Nunes

Dia 28 de outubro fará 18 anos do desencarne de Mandredo Nunes, o nosso eterno Manfredo Vidro. Como o tempo voa. Com Manfredo, aprendi grandes lições do jornalismo. Lembro que as primeiras externas que fiz, tive ele como cinegrafista e o Delrio (que nem sei por onde anda) como meu operador de VT. Lembro que uma vez, em 1997, num sábado à noite, eu, ele e o Delrio saíamos pra cumprir uma pauta. Logo depois do trabalho, quando deixamos o material na TV, convidei-o pra tomar uma cerveja no Abreu. Ele recusou. Estava triste. Já sabia que estava doente. Percebi que alguma coisa estava errada. Perguntei o que era, mas ele se recusou a responder. Preferia não dividir seus sofrimentos. Só queria nos dar alegrias. Vidro, ao lado de Roberto Souza, Jorge Hernany, Mônica Silva, José Menezes, José Marques Jardim, Simone Teran, Sandala Barros, Vidal "Carradine" e tantos outros que a memória trai, foram meus grandes colegas de telejornalismo. Saudades daquela época.

___
Coluna Política. Coluna Política. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, outubro 02, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD