Header AD

Tribuna: Clécio, um 'lobo em pele de Cordeiro'.

A última edição do jornal "A Tribuna Amapaense", de propriedade do atual diretor da Rádio Difusora do Amapá, Roberto Coelho do Nascimento, mais conhecido como, Roberto Gato, diz que prefeito de Macapá, Clécio Luiz (PSOL) é um "lobo em pele de cordeiro".


O semanário cita São Mateus no ataque ao alcaide. "Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores. E, ainda: Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como pombos".

Com salários que já ultrapassaram R$40 mil mensais, em abril/2015(de acordo com Portal da Transparência) como diretor da Rádio Difusora de Macapá (RDM), o jornal de Roberto Gato destaca-se pela defesa velada do atual governo do Estado.

O editorial pode ter se traído, quando afirma que "Qualquer um percebe claramente que matar, roubar, extorquir, trair, caluniar, são coisas erradas, são más ações que não devem ser praticadas, assim como os mal feitos públicos e improbidades administrativas", uma vez que o jornal não apresenta argumentos com base na realidade, até para justificar o texto, pois não aponta as "maldades" ou "provas" das ações que seriam praticadas pelo prefeito.

Veja.
‘Lobo em pele de Cordeiro’
Se fossemos recorrer ao Livro Santo, para entender a hipocrisia de falsos políticos, que se travestem de cordeirinhos bem intencionados para esconder as abomináveis presas caninas da corrupção e da mentira, versei-a um catatau de exemplos de como existem espertinhos querendo se dar bem.
São Mateus lembra: Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores. E, ainda: Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como pombos.
Já São Lucas sugere: Ide; eis que vos envio como cordeiros entre lobos.
Sei que depois da minha partida se introduzirão entre vós lobos cruéis, que não pouparão o rebanho.
E por aí vai... Portanto, “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores”.
Às vezes uma aparente boa ação produz mais malefícios que benefícios. Qualquer pessoa é capaz de reconhecer algumas ações como boas ou más. Mesmo os menos evoluídos, ou os que não tiveram grandes orientações, sabem que determinadas coisas são certas e outras são erradas.
Qualquer um percebe claramente que matar, roubar, extorquir, trair, caluniar, são coisas erradas, são más ações que não devem ser praticadas, assim como os mal feitos públicos e improbidades administrativas.
Está sendo assim, por exemplo, aqui em Macapá, onde não se consegue entender porque tantas artimanhas do atual prefeito, sinalizando para a direita e seguindo para a esquerda. Nem todas as ações e atitudes são assim tão facilmente classificáveis como boas ou más. É como o falso profeta, lobo em pele de cordeiro.
Isso não está certo, o chefe do executivo municipal de Macapá revela-se, em dois lados diferentes, dois jeitos contrários de agir. E, o que é pior, fala uma coisa e faz outra.
E numa situação dessas, o que diz o cidadão macapaense?
Não. É preciso dizer não muitas vezes, no interesse da maioria e como modo de preservar a si mesmo.
Nesse momento é preciso impor limites, é preciso cuidar da nossa cidade e respeitar os seus valores. Ninguém tem o direito de invadir e desafiar a todos para seu propósito.
Na tentativa de ser caridoso, você pode permitir que as pessoas sejam invasivas e se intrometam em sua vida. Ninguém ganha com isso. Não há porque aceitar comportamentos absolutamente inadequados em nome de uma suposta tolerância, nem que seja por doença.
Nem sempre temos a solução, mas tem coisas que nos fazem pensar e refletir. Não dá para deixar passar, pois a verdade dolorosa pode dar a impressão de maldade, de insensibilidade, mas pode ser necessária para abalar a estrutura.
Por isso, nobre gestor, tire a máscara e revele-se um verdadeiro homem público, mas com ilibada conduta.
Há..., excelência, assim nem os seus companheiros vão acreditar. – Trocou de partido para se fortalecer política e financeira, serviu-se da direita como trampolim eleitoral, jogou os dogmas e ideologias esquerdistas na lata do lixo e, simplesmente, virou capitalista.
Ora, faça-nos um favor!
Última atualização: 26-09-2015 às 10:53
__
Tribuna: Clécio, um 'lobo em pele de Cordeiro'. Tribuna: Clécio, um 'lobo em pele de Cordeiro'. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, setembro 26, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD