Header AD

Sarney seria um dos principais conspiradores do golpe contra Dilma, diz jornalista.

Jornalista Gilberto Lima informa em seu blog, neste domingo (20), que o ex-senador pelo Amapá, José Sarney, seria um dos principais ‘operadores do golpe’ contra o governo da presidente Dilma Roussef (PT); ele compara o ex-presidente a um náufrago, em busca de uma tábua de salvação para voltar a ter força política no cenário nacional; se se materializar o impedimento de Dilma, como articulam os algozes do PT no Congresso, o PMDB ficará com mais força em um governo de coalização com o PSDB e outros partidos que trabalham em favor de um ‘golpe’, analisa; para Gilberto Pinheiro, por causa da filha, Roseana Sarney, envolvida nos casos do propinoduto da Petrobras, Sarney acredita que  a Lava Jato só perderá força com o afastamento de Dilma Roussef, pois o principal objetivo da operação seria defenestrar o PT do poder; afirma também que, com um novo governo, muitos dos citados nos esquemas de recebimentos de propinas estariam mais aliviados, com as investigações seguindo mais lentamente e com processos que se arrastariam por longos anos. "Em suma, é aposta na impunidade", avalia; diz ainda esperar "que esse ‘golpe’ contra a presidenta Dilma não se concretize. Se vingar, será a ressurreição de Sarney e seu séquito. Será a volta às trevas", conclui.

Sarney: do beijo ao golpe?

Leia.

Sarney aposta no 'golpe' para ressuscitar

O ex-senador José Sarney – que para muitos está ‘morto’ politicamente – seria um dos principais ‘operadores do golpe’ contra o governo da presidente Dilma Roussef. É o que revela uma importante fonte do blog, em Brasília. Como um náufrago, está em busca de uma tábua de salvação para voltar a ter força política no cenário nacional.
Caso ocorra o impedimento de Dilma, como articulam os algozes do PT no Congresso, o PMDB ficará com mais força em um governo de coalização com o PSDB e outros partidos que trabalham em favor de um ‘golpe’.
Na verdade, Sarney cospe no prato que comeu por longos anos. Teve força política nos governos de Lula e no de Dilma Roussef. Emplacou aliados nos mais diversos cargos da República. Acusado de ser beneficiado com o esquemas de propinas da Petrobras, o senador Edison Lobão comandou o poderoso Ministério de Minas e Energia, transformado-o em um grande balcão de negócios. Além de Lobão, o oligarca emplacou Gastão Vieira no Ministério do Turismo. Sem se falar na grande ocupação de cargos de segundo escalão. Com facilidade, entupiu os cofres do governo da filha com recursos federais, com suspeitas de desvios.
Qual o troco que Sarney dá ao Dilma e ao PT? A traição, o desprezo, o abandono. Estaria chateado com o isolamento político que o tirou das rodas de negociações no governo. Estaria revoltado, ainda, com o suposto envolvimento de sua filha com o propinoduto investigado pela Lava Jato. O que teria a ver a presidenta Dilma com o fato de Lobão e Roseana serem citados em depoimentos de delatores da Lava Jato? Os Sarney queria que fossem poupados?
O que se sabe é que Sarney acredita que a Lava Jato só perderá força com o afastamento de Dilma Roussef, pois o principal objetivo da operação seria defenestrar o PT do poder. Com um novo governo, muitos dos citados nos esquemas de recebimentos de propinas estariam mais aliviados, com as investigações seguindo mais lentamente e com processos que se arrastariam por longos anos. Em suma, é aposta na impunidade.
Com o afastamento de Dilma do poder, Sarney estaria mirando no enfraquecimento político do governador Flávio Dino, hoje muito bem articulado com o Palácio do Planalto. Seria um empecilho para, por exemplo, a liberação de verbas para investimentos no desenvolvimento do Estado. Seria uma forma de voltar a fortalecer seu grupo político para tentar retomar o poder no Estado nas eleições de 2018, com aval de eventual governo PSDB/PMDB.
Até lá, encampam uma campanha sórdida de mentiras contra o governador Flávio Dino, usando e abusando de seu império midiático. Querem promover o desgaste do governo que sofreria um grande abalo com a concretização do ‘golpe’.
Esperamos que esse ‘golpe’ contra a presidenta Dilma não se concretize. Se vingar, será a ressurreição de Sarney e seu séquito. Será a volta às trevas.

Vade retro!
__
Sarney seria um dos principais conspiradores do golpe contra Dilma, diz jornalista. Sarney seria um dos principais conspiradores do golpe contra Dilma, diz jornalista. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, setembro 20, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD