Header AD

Deputado federal diz que processo contra ele não passa de denuncismo

Para o deputado federal amapaense Marcos Reátegui (PSC), o Ministério Público não conseguiu reunir provas e, agora, ‘se agarra’ a especulações. As informações são do jornal Diário do Amapá (DA).

Foto: Asscom/Gab.
“Essa ação judicial tem como fundamento apenas depoimentos testemunhais, cheios de contradições e sem qualquer respaldo em provas existentes no processo. Com toda a sinceridade, o fato incontroverso é que o Ministério Público Eleitoral – a quem, aliás, dispenso um tratamento respeitoso – não conseguiu comprovar as acusações que deram origem ao processo, agarrando-se, agora, ao que dizem pessoas surgidas, convenientemente, depois de encerrada a eleição e proclamado o resultado das urnas, para pedir, de forma ilegítima e sem qualquer respaldo concreto, sequer indícios de prova a cassação do mandato a mim outorgado pela população do meu estado”, ressaltou Reátegui em entrevista para o jornalista Ramon Palhares do DA, na manhã desta segunda-feira, 21.

Ele falou que está ‘tranquilo’ com relação ao processo em trâmite no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá, que o acusa, juntamente com a deputada estadual Mira Rocha (PTB) de prática de abuso do poder econômico e de corrupção eleitoral nas eleições de 2014. Segundo ele, o objetivo é atingir a sua honra, sem qualquer possibilidade de um desfecho radical, com a cassação do diploma de deputado.

O deputado também se manifestou através de nota, acusando de haver manobras políticas com o objetivo de atingi-lo politicamente: “No processo em questão, baseado em denuncismo puro e simples, apenas referências indiretas surgiram ao meu nome, naquilo que parece algo criado apenas com o objetivo de atingir a minha honra e tentar, por vias tortas, sabotar a vontade do povo do Amapá, que me escolheu como seu legítimo representante. A minha defesa técnica foi apresentada no momento oportuno à Justiça Eleitoral e tenho plena confiança de que a verdade dos fatos vai prevalecer".

Prossegue a nota: “Surpreendendo muitos e contrariando os interesses de tantos outros recebi, pelo voto livre dos eleitores, o mandato de Deputado Federal. Desde então, não tenho medido esforços no sentido de lutar pelo melhor para o nosso Amapá, deixando para trás divergências ideológicas e colaborações partidárias, buscando, na condição de coordenador da bancada federal do Amapá, a união que fará avançar nossa sociedade”.

Mais detalhes, aqui.

___
Deputado federal diz que processo contra ele não passa de denuncismo Deputado federal diz que processo contra ele não passa de denuncismo Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, setembro 21, 2015 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD