Header AD

Operação "Eclésia": inicia audiência de instrução contra deputados e empresa Tapajós.

Denúncia do MP-AP de desvio milionário com passagens aéreas na ALEAP é apurada em audiência de instrução pelo TJAP

Foto: MP-AP.

Na sexta-feira (7), o Tribunal de Justiça do Estado do Amapá (TJAP) realizou audiência de instrução para apurar denúncia formalizada pelo Ministério Público do Estado (MP-AP), em desfavor do deputado estadual Moisés Souza, do ex-deputado Edinho Duarte, além de servidores da Assembleia Legislativa do Amapá (ALEAP) e da proprietária da empresa Tapajós Agência de Viagens, em análise à Ação Penal Pública nº 0001417-13.2012.8.03.0000, referente ao pagamento de mais de R$ 4 milhões em passagens aéreas pelo legislativo amapaense.

Na denúncia recebida pelo Pleno do TJAP, com base no Inquérito Civil Público n°045/2012, da Promotoria de Defesa do Patrimônio Cultural e Público de Macapá (PRODEMAP), o MP-AP revela a atuação de um esquema criminoso envolvendo os denunciados, por manterem contrato fraudulento com a empresa Tapajós Agência de Viagens para fornecimento de passagens aéreas.

Firmado em 23 de março de 2011 em caráter emergencial, com dispensa de licitação, o contrato teve valor inicial de R$ 2 milhões, com vigência até setembro daquele ano. Em agosto do mesmo exercício, a ALEAP adere a uma ata de registro de preços referente ao pregão presencial nº 003/2011, do Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN), da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), dando continuidade à relação com a Tapajós Agência de Viagens, por meio de um segundo contrato por meio do qual foram pagas passagens aéreas no valor de mais de R$ 3 milhões de reais.

Durante a instrução, coordenada pelo desembargador Carlos Tork, várias testemunhas foram ouvidas e inquiridas pela representante do Ministério Público, a procuradora Estela Sá, e pelos advogados de defesa dos réus: deputado Moisés Souza, ex-deProcuradora Estela Sáputado Edinho Duarte, Lindemberg Abel do Nascimento, Janiery Torres Everton e Edmundo Ribeiro Tork Filho, ambos da ALEAP, e Maria Orenilza de Jesus Oliveira, proprietária da agência de viagens.

Para a procuradora Estela Sá, o esquema fraudulento está bem detalhado na denúncia do MP-AP, onde constam provas dos pagamentos efetuados pela ALEAP, muito acima da real prestação do serviço, com o agravante dos saques feitos diretamente no caixa, sistematicamente, logo depois do recebimento pela empresa. “Para o MP, há fortes indícios do modus operandi que tipifica os crimes para os quais estamos requerendo a condenação nas sanções legalmente estabelecidas”, afirmou Estela Sá.

Do portal do MP/AP.
__
Operação "Eclésia": inicia audiência de instrução contra deputados e empresa Tapajós. Operação "Eclésia": inicia audiência de instrução contra deputados e empresa Tapajós. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, agosto 11, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD