Header AD

CNJ julga improcedente pedido de punição para o juiz federal João Bosco.

João Bosco respondia a Processo Administrativo Disciplinar aberto em outubro de 2013; julgamento ocorreu na tarde de terça-feira (25).

CNJ/CMM
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julgou improcedente o pedido da Procuradoria Geral da República, que pretendia punição de aposentadoria compulsória para o juiz João Bosco Costa Soares, titular da 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do Amapá. As informações são da assessoria de comunicação do CNJ.

A maioria dos conselheiros acompanhou o voto da relatora, conselheira Ana Maria Amarante. O PAD teve origem em cinco procedimentos instaurados perante o tribunal de origem do magistrado, ocorridos entre os anos de 2007 e 2012.

O juiz João Bosco era acusado de morosidade na condução de processos; condutas incompatíveis com a magistratura; ausência de urbanidade; desvirtuamento do objeto e tumulto processual. Porém, para a relatora do caso, tais acusações não foram procedentes.

Para a conselheira Ana Maria Amarante, os cinco processos contra o juiz tratavam de questões que envolviam interesse coletivo e, por isso, exigiram que o magistrado buscasse outros Poderes e órgãos na tentativa de soluções de conciliação, como a realização de audiências públicas. “A política que é vedada ao juiz é a partidária e não a busca de políticas públicas que atendam aos interesses sociais”, salientou durante a sessão.
_
CNJ julga improcedente pedido de punição para o juiz federal João Bosco. CNJ julga improcedente pedido de punição para o juiz federal João Bosco. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, agosto 26, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD