Header AD

CNJ julga improcedente pedido de punição para o juiz federal João Bosco.

João Bosco respondia a Processo Administrativo Disciplinar aberto em outubro de 2013; julgamento ocorreu na tarde de terça-feira (25).

CNJ/CMM
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julgou improcedente o pedido da Procuradoria Geral da República, que pretendia punição de aposentadoria compulsória para o juiz João Bosco Costa Soares, titular da 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do Amapá. As informações são da assessoria de comunicação do CNJ.

A maioria dos conselheiros acompanhou o voto da relatora, conselheira Ana Maria Amarante. O PAD teve origem em cinco procedimentos instaurados perante o tribunal de origem do magistrado, ocorridos entre os anos de 2007 e 2012.

O juiz João Bosco era acusado de morosidade na condução de processos; condutas incompatíveis com a magistratura; ausência de urbanidade; desvirtuamento do objeto e tumulto processual. Porém, para a relatora do caso, tais acusações não foram procedentes.

Para a conselheira Ana Maria Amarante, os cinco processos contra o juiz tratavam de questões que envolviam interesse coletivo e, por isso, exigiram que o magistrado buscasse outros Poderes e órgãos na tentativa de soluções de conciliação, como a realização de audiências públicas. “A política que é vedada ao juiz é a partidária e não a busca de políticas públicas que atendam aos interesses sociais”, salientou durante a sessão.
_
CNJ julga improcedente pedido de punição para o juiz federal João Bosco. CNJ julga improcedente pedido de punição para o juiz federal João Bosco. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, agosto 26, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD