Header AD

Ao elogiar rede globo, senador amapaense causa constrangimento ao partido.

O elogio do senador Randolfe Rodrigues à Globo provocou mal estar no PSOL.

Foto: Uol

 Um setor do partido publicou a nota abaixo.

“O Setorial de Comunicação e Cultura do PSOL vem, por meio desta nota, manifestar indignação diante das manifestações do Senado brasileiro que, nesta quarta-feira, 05/08, realizou sessão solene em homenagem ao principal representante do capital monopolista no setor das comunicações do Brasil, o Grupo Globo.


Parlamentares do DEM, PSDB e PMDB, entre outros, revezaram-se para fazer loas à TV Globo, que em 2015 comemora seus 50 anos de fundação. Ao lado de políticos como Ronaldo Caiado (DEM-GO), solicitante da sessão, e de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente da Casa, estava também o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP). Este, ignorando todo o acúmulo do PSOL na luta pelo direito à comunicação, manifestou o reconhecimento pessoal da importância do Grupo Globo para a “democracia”, que seria razão de “orgulho” para as brasileiras e os brasileiros.

Segundo divulgado pela Agência Senado, Randolfe Rodrigues afirmou que “é indispensável ao país a existência de uma rede de televisão capaz de promover a integração nacional e estabelecer espaços para debates”. Mais ainda, o senador, que se manifesta como parlamentar do PSOL, afirmou que isso mostra “o quanto a Globo é fundamental à democracia e a um de seus principais valores, que é a liberdade de expressão”. Rodrigues disse ainda que a emissora é uma “empresa de superlativos”. “Às vezes nos bate muito o complexo de vira-latas. Quando nós temos um patrimônio superlativo, isso é motivo de orgulho para o Brasil”, complementou.

Além de desrespeitoso com a história do Brasil, Randolfe Rodrigues claramente ignora as iniciativas dos diversos movimentos sociais e da militância do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) na luta pela democratização e pelo direito à comunicação no país. O PSOL, a partir de ação elaborada pelo professor Fábio Konder Comparato, foi o único partido a ingressar no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma Ação de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) visando à regulamentação de artigos da Constituição Federal relativos à Comunicação, lacuna da qual o Grupo Globo sempre se valeu para incrementar a concentração de poder.

(…)

A TV Globo e a grande maioria deste Congresso Nacional não representam o sistema que desejamos construir com socialismo e liberdade na comunicação. Nesse sentido, este setorial reivindica que Randolfe Rodrigues seja formalmente notificado e advertido pela Direção Nacional do partido, sob pena de atingir o repertório que o setorial de Comunicação e Cultura, ativistas e vários mandatos parlamentares têm construído conjuntamente com os movimentos sociais na luta pelo direito à comunicação.

Nosso lado nesta disputa está claro. Não é o lado daqueles e daquelas que bajulam o capital em busca de benesses. Nosso lado é o daqueles e daquelas que, ao longo de todo este ano, “descomemoraram” o aniversário da Globo, inclusive durante a sessão solene realizada na Câmara dos Deputados, quando ativistas foram silenciados e expulsos do parlamento brasileiro ao denunciar as vinculações do grupo empresarial com a Ditadura Civil-Militar e os impactos de sua intervenção em momentos marcantes para o país, como a campanha das Diretas Já e as eleições de 1989.

(…)”

Do Portal Diário do Centro do Mundo.
___
Ao elogiar rede globo, senador amapaense causa constrangimento ao partido. Ao elogiar rede globo, senador amapaense causa constrangimento ao partido. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, agosto 09, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD