Header AD

Ações no STF: deputado amapaense se manifesta sobre levantamento de revista.

A revista "Congresso em Foco" fez levantamentos de processos contra parlamentares no Supremo Tribunal Federal e constatou que o deputado Roberto Góes (PDT) responde ao maior número de inquéritos e ações penais. Ele nega as acusações.

De acordo com a revista, o líder do ranking, com 12 apurações em andamento, Roberto Góes é alvo de oito inquéritos (4067, 3973, 3950, 4019, 4013, 4049, 4022 e 4023) e quatro ações penais (916, 924, 928 e 936).

O ex-prefeito de Macapá e hoje deputado federal é acusado de cometer crimes que vão desde lavagem de dinheiro a crimes de responsabilidade, passando por peculato, crimes contra o meio ambiente, crimes contra a Lei de Licitações e contra as finanças públicas, formação de quadrilha, falsificação de documento público e corrupção passiva.

O "Congresso em Foco" ressalta que desde 2008, o parlamentar tem de dividir seu tempo entre as atividades políticas e as judiciais. Sua passagem pelos tribunais começou com a cassação de seu mandato de prefeito de Macapá, decisão que depois foi revertida no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP).

Em 18 de dezembro de 2010, o então prefeito ficou preso preventivamente por dois meses no Complexo da Papuda, em Brasília.

A revista lembra que a prisão de Roberto foi decretada em uma das etapas da Operação Mãos Limpas, que desarticulou um esquema de desvio de verbas federais operado por servidores públicos e políticos amapaenses, entre eles, o então governador, Waldez Góes (PDT), primo do então prefeito.

Em nota, o deputado diz que o "Congresso em Foco" ressuscitou a “santa inquisição” ao apontar as investigações que tramitam contra ele no STF.

“A santa inquisição foi rechaçada no século XX e esta revista quer fazer crer que foi ressuscitada. Vou exercer o meu mandato na sua ampla plenitude e as situações judiciais terão o fórum adequado para me defender”, diz o deputado.

“Estou em paz com minha consciência e os nossos advogados estão trabalhando nos processos. Contudo, fui absolvido pela população do meu Estado do Amapá quando confiaram a mim seus votos e me elegeram o deputado federal mais votado”, acrescentou.

Veja a defesa do deputado, Roberto Góes, na íntegra.

“O deputado Roberto Góes (PDT-AP) é citado em reportagem da Revista Congresso em Foco– edição de número 18, de agosto de 2015 – intitulada ‘Muito além da Lava Jato’.  Na matéria, a revista apresenta um levantamento com nomes de 164 parlamentares que respondem a processos na Justiça.

A Constituição Federal trouxe os princípios do devido processo legal, da ampla defesa, contraditório e transito em julgado. A santa inquisição foi rechaçada no século XX e esta revista quer fazer crer que foi ressuscitada. Vou exercer o meu mandato na sua ampla plenitude e as situações judiciais terão o fórum adequado para me defender.

Estou em paz com minha consciência e os nossos advogados estão trabalhando nos processos. Contudo, fui absolvido pela população do meu Estado do Amapá quando confiaram a mim seus votos e me elegeram o deputado federal mais votado.”
__
Ações no STF: deputado amapaense se manifesta sobre levantamento de revista. Ações no STF: deputado amapaense se manifesta sobre levantamento de revista. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, agosto 30, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD