Header AD

Ações no STF: deputado amapaense se manifesta sobre levantamento de revista.

A revista "Congresso em Foco" fez levantamentos de processos contra parlamentares no Supremo Tribunal Federal e constatou que o deputado Roberto Góes (PDT) responde ao maior número de inquéritos e ações penais. Ele nega as acusações.

De acordo com a revista, o líder do ranking, com 12 apurações em andamento, Roberto Góes é alvo de oito inquéritos (4067, 3973, 3950, 4019, 4013, 4049, 4022 e 4023) e quatro ações penais (916, 924, 928 e 936).

O ex-prefeito de Macapá e hoje deputado federal é acusado de cometer crimes que vão desde lavagem de dinheiro a crimes de responsabilidade, passando por peculato, crimes contra o meio ambiente, crimes contra a Lei de Licitações e contra as finanças públicas, formação de quadrilha, falsificação de documento público e corrupção passiva.

O "Congresso em Foco" ressalta que desde 2008, o parlamentar tem de dividir seu tempo entre as atividades políticas e as judiciais. Sua passagem pelos tribunais começou com a cassação de seu mandato de prefeito de Macapá, decisão que depois foi revertida no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP).

Em 18 de dezembro de 2010, o então prefeito ficou preso preventivamente por dois meses no Complexo da Papuda, em Brasília.

A revista lembra que a prisão de Roberto foi decretada em uma das etapas da Operação Mãos Limpas, que desarticulou um esquema de desvio de verbas federais operado por servidores públicos e políticos amapaenses, entre eles, o então governador, Waldez Góes (PDT), primo do então prefeito.

Em nota, o deputado diz que o "Congresso em Foco" ressuscitou a “santa inquisição” ao apontar as investigações que tramitam contra ele no STF.

“A santa inquisição foi rechaçada no século XX e esta revista quer fazer crer que foi ressuscitada. Vou exercer o meu mandato na sua ampla plenitude e as situações judiciais terão o fórum adequado para me defender”, diz o deputado.

“Estou em paz com minha consciência e os nossos advogados estão trabalhando nos processos. Contudo, fui absolvido pela população do meu Estado do Amapá quando confiaram a mim seus votos e me elegeram o deputado federal mais votado”, acrescentou.

Veja a defesa do deputado, Roberto Góes, na íntegra.

“O deputado Roberto Góes (PDT-AP) é citado em reportagem da Revista Congresso em Foco– edição de número 18, de agosto de 2015 – intitulada ‘Muito além da Lava Jato’.  Na matéria, a revista apresenta um levantamento com nomes de 164 parlamentares que respondem a processos na Justiça.

A Constituição Federal trouxe os princípios do devido processo legal, da ampla defesa, contraditório e transito em julgado. A santa inquisição foi rechaçada no século XX e esta revista quer fazer crer que foi ressuscitada. Vou exercer o meu mandato na sua ampla plenitude e as situações judiciais terão o fórum adequado para me defender.

Estou em paz com minha consciência e os nossos advogados estão trabalhando nos processos. Contudo, fui absolvido pela população do meu Estado do Amapá quando confiaram a mim seus votos e me elegeram o deputado federal mais votado.”
__
Ações no STF: deputado amapaense se manifesta sobre levantamento de revista. Ações no STF: deputado amapaense se manifesta sobre levantamento de revista. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, agosto 30, 2015 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD