Header AD

Sarney quer anular Operação Lava Jato para livrar Roseana e Lobão

A tentativa do ex-senador José Sarney (PMDB) de anular a Operação Lava Jato é uma forma de livrar das investigações sua filha, Roseana Sarney (ex-governadora do Maranhão) e seu aliado polítco, senador Edison Lobão (ex-ministro de Minas e Energia).

Foto: JornalP
De acordo com a revista Veja, na reunião que manteve há dez dias com líderes do PMDB num café da manhã na casa do senador Renan Calheiros, José Sarney aconselhou o ex-presidente Lula a procurar Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal, para levá-lo a conter o trabalho do juiz Sérgio Moro, que comanda a operação Lava Jato.

Sarney teme que Roseana logo seja alvo da mesma ação da Polícia Federal desencadeada na manhã desta terça-feira (14), chamada operação Politeia, um desdobramento da Lava Jato, com execução de mandados de busca e apreensão em casas de políticos. Foram confirmadas buscas nas casas do senador Fernando Collor (PTB-AL) em Brasília e em Maceió, na casa do senador Ciro Nogueira (PP-PI) em Brasília, na residência do deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), em Brasília, e na casa do ex-ministro e ex-deputado Mário Negromonte (PP-BA), na Bahia.

Ao todo, a polícia tem 53 mandados para cumprir, autorizados pelos ministros Teori Zavascki, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal(STF). Os mandados fazem parte de seis inquéritos do Supremo que investigam políticos dentro da operação Lava Jato. Segundo a polícia, o objetivo é evitar que provas importantes sejam destruídas pelos investigados. As buscas ocorrem na residência de investigados, em seus endereços funcionais, sedes de empresas, em escritórios de advocacia e órgãos públicos.

Nada impede que as mesmas buscas possam também ser feitas nas residências de Roseana Sarney e Edison Lobão, em São Luís.

Na capital alagoana, agentes da polícia também cumpriram mandado no prédio da TV Gazeta, afiliada da TV Globo. A Gazeta tem Collor como um dos principais acionistas. No Maranhão, a família Sarney é propietária da TV Mirante e a família Lobão é detentora da TV Difusora.

As acusações contra a ex-governadora Roseana Sarney foram extraídas de depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ele está colaborando com a Justiça em troca da redução da pena por meio de um acordo de delação premiada. Paulo Roberto afirmou que em 2010 mandou entregar R$ 2 milhões em espécie para a campanha à reeleição da governadora, a pedido do então ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, hoje senador pelo PMDB do Maranhão. De acordo com Paulo Roberto, ele se reuniu pessoalmente com Lobão, que teria lhe feito o pedido.

Paulo Roberto também declarou que se encontrou várias vezes com Roseana, seja no Palácio dos Leões, sede do governo do Maranhão, ou na casa da própria Roseana. E que, nas reuniões onde estavam apenas os dois, ela sempre perguntava se estava tudo acertado.


Do blog do John Cutrin
___
Sarney quer anular Operação Lava Jato para livrar Roseana e Lobão Sarney quer anular Operação Lava Jato para livrar Roseana e Lobão Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, julho 14, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD