Header AD

Democratização da Comunicação.

A pluralidade de opinião, o direito ao contraditório e o reforço da identidade brasileira não são exercidos com eficácia num país em que poucas empresas monopolizam a informação. É preciso avançar na Democratização da Comunicação.

O ex-senador Gilvan Borges (ele tem 16 emissoras de rádio e três canais de televisão), o governador Waldez Goés que usa recursos públicos para 'perfilar' a opinião no estado, os senadores do Amapá, os deputados federais, deputados estaduais, vereadores, autoridades, membros do Poder Judiciário, do MP-AP, MPF, OAB/AP, SINDJOR, partidos políticos, estudantes, empresários da área de comunicação social, todos deveriam refletir sobre a tragédia que é um povo subjugado pelo colonialismo ideológico promovido pela concentração monopolista dos meios de comunicação, como denuncia o Papa Francisco, sem saber que isso é uma realidade em nosso Estado. Preste atenção na força, na verdade contida na declaração do santo padre.
[Jornalista João Silva em sua página pessoal no Facebook].
 Foto reprodução Facebook.
__
Democratização da Comunicação. Democratização da Comunicação. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, julho 19, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD