Header AD

Democratização da Comunicação.

A pluralidade de opinião, o direito ao contraditório e o reforço da identidade brasileira não são exercidos com eficácia num país em que poucas empresas monopolizam a informação. É preciso avançar na Democratização da Comunicação.

O ex-senador Gilvan Borges (ele tem 16 emissoras de rádio e três canais de televisão), o governador Waldez Goés que usa recursos públicos para 'perfilar' a opinião no estado, os senadores do Amapá, os deputados federais, deputados estaduais, vereadores, autoridades, membros do Poder Judiciário, do MP-AP, MPF, OAB/AP, SINDJOR, partidos políticos, estudantes, empresários da área de comunicação social, todos deveriam refletir sobre a tragédia que é um povo subjugado pelo colonialismo ideológico promovido pela concentração monopolista dos meios de comunicação, como denuncia o Papa Francisco, sem saber que isso é uma realidade em nosso Estado. Preste atenção na força, na verdade contida na declaração do santo padre.
[Jornalista João Silva em sua página pessoal no Facebook].
 Foto reprodução Facebook.
__
Democratização da Comunicação. Democratização da Comunicação. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, julho 19, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD