Header AD

BNDES libera R$ 125 milhões ao Governo do Amapá.

Depois de articulação dos senadores Capiberibe, Randolfe e Davi, BNDES libera R$ 125 milhões ao governo do Amapá.

Foto reprodução Asscom.
Após articulação dos senadores João Capiberibe (PSB-AP), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) depositou nesta quinta-feira, 23, na conta do Governo do Amapá, R$ 125 milhões referente a uma das parcelas do empréstimo, para o pagamento de medições de obras referentes aos meses em atraso. As informações são da assessoria do senador Davi.

Os três senadores trabalharam para a retomada da liberação dos recursos do financiamento do BNDES desde fevereiro deste ano, apesar do governo do Amapá não reconhecer o esforço dos três senadores para destravar os recursos. Assim ressalta a assessoria do parlamentar.

A bancada do Amapá no Senado, diante do falta de transparência do BNDES, decidiu protocolar um ofício solicitando informações sobre o repasse dos recursos que foram aplicados em obras no Amapá, no período de 2010 a 2014. Eles queriam saber se havia algum empecilho causado pelo governo passado para o trancamento da liberação dos recursos.

No ofício, os senadores solicitaram que o dinheiro fosse liberado para pagar as empresas que estavam construindo, por exemplo, a Ponte do Rio Matapi, Maternidade da Zona Norte, Hospital de Santana, Hospital da Criança e do Adolescente, asfaltamento da AP-070, construção de escolas e obras de saneamento, entre outras obras que se encontravam paralisadas pela falta de repasse dos recursos ao Governo do Estado.

A assessoria ressalta, também, que o repasse desmonta as alegações do governo do Amapá de que a culpa pela paralisação dos repasses era devida a não prestação de contas do governo Camilo e, ainda, que a tríade de senadores pressionava o BNDES a não liberar o dinheiro para o GEA.
O objetivo dos senadores, assim como acompanhar os destinos dos recursos que o BNDES deposita nas contas do Estado, é fiscalizar a aplicação desse dinheiro e se o governo Waldez segue todas as etapas que é dever seguir.

Os três parlamentares exigem, ainda, que o banco esclareça o porquê do atraso na liberação desses recursos, além de informar o montante da dívida, os projetos que abrange, pois se trata de recursos da ordem de 2,6 bilhões e que deverão ser pago em 30 anos.

Na próxima segunda-feira, 27, o diretor de Infraestrutura e Inclusão Social do BNDES, José Henrique Paim, vem ao Amapá para averiguar in loco as obras paralisadas e anunciar oficialmente a liberação dos R$125 milhões referente a uma parcela do pagamento das empresas que suspenderam obras com faturas em atraso.
__
BNDES libera R$ 125 milhões ao Governo do Amapá. BNDES libera R$ 125 milhões ao Governo do Amapá. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, julho 23, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD