Header AD

BNDES libera R$ 125 milhões ao Governo do Amapá.

Depois de articulação dos senadores Capiberibe, Randolfe e Davi, BNDES libera R$ 125 milhões ao governo do Amapá.

Foto reprodução Asscom.
Após articulação dos senadores João Capiberibe (PSB-AP), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) depositou nesta quinta-feira, 23, na conta do Governo do Amapá, R$ 125 milhões referente a uma das parcelas do empréstimo, para o pagamento de medições de obras referentes aos meses em atraso. As informações são da assessoria do senador Davi.

Os três senadores trabalharam para a retomada da liberação dos recursos do financiamento do BNDES desde fevereiro deste ano, apesar do governo do Amapá não reconhecer o esforço dos três senadores para destravar os recursos. Assim ressalta a assessoria do parlamentar.

A bancada do Amapá no Senado, diante do falta de transparência do BNDES, decidiu protocolar um ofício solicitando informações sobre o repasse dos recursos que foram aplicados em obras no Amapá, no período de 2010 a 2014. Eles queriam saber se havia algum empecilho causado pelo governo passado para o trancamento da liberação dos recursos.

No ofício, os senadores solicitaram que o dinheiro fosse liberado para pagar as empresas que estavam construindo, por exemplo, a Ponte do Rio Matapi, Maternidade da Zona Norte, Hospital de Santana, Hospital da Criança e do Adolescente, asfaltamento da AP-070, construção de escolas e obras de saneamento, entre outras obras que se encontravam paralisadas pela falta de repasse dos recursos ao Governo do Estado.

A assessoria ressalta, também, que o repasse desmonta as alegações do governo do Amapá de que a culpa pela paralisação dos repasses era devida a não prestação de contas do governo Camilo e, ainda, que a tríade de senadores pressionava o BNDES a não liberar o dinheiro para o GEA.
O objetivo dos senadores, assim como acompanhar os destinos dos recursos que o BNDES deposita nas contas do Estado, é fiscalizar a aplicação desse dinheiro e se o governo Waldez segue todas as etapas que é dever seguir.

Os três parlamentares exigem, ainda, que o banco esclareça o porquê do atraso na liberação desses recursos, além de informar o montante da dívida, os projetos que abrange, pois se trata de recursos da ordem de 2,6 bilhões e que deverão ser pago em 30 anos.

Na próxima segunda-feira, 27, o diretor de Infraestrutura e Inclusão Social do BNDES, José Henrique Paim, vem ao Amapá para averiguar in loco as obras paralisadas e anunciar oficialmente a liberação dos R$125 milhões referente a uma parcela do pagamento das empresas que suspenderam obras com faturas em atraso.
__
BNDES libera R$ 125 milhões ao Governo do Amapá. BNDES libera R$ 125 milhões ao Governo do Amapá. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, julho 23, 2015 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD