Header AD

Ação do GEA e de senadores tornou possível a liberação de cerca R$130 milhões para o AP.

BNDES diz que liberação de R$130 milhões só foi possível devido a "esforço conjunto do Governo do Estado e da bancada de representantes do Amapá no Senado Federal".

Logo BNDES.
De acordo com nota do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o depósito de recursos da Instituição para a retomada de obras no estado aconteceu em decorrência do "esforço conjunto do Governo do Estado e da bancada de representantes do Amapá no Senado Federal". A nota afirma ainda que tanto representantes do Executivo quanto a bancada de senadores foram recebidos pela direção do Banco, com o objetivo de viabilizar a liberação dos recursos. O governo do Estado regularizou em maio algumas pendências, o que acabou culminando com o desembolso dos recursos. Também foi importante a articulação dos senadores, que fizeram menção ao BNDES a respeito da relevância das obras financiadas.

Leia nota.

BNDES libera R$ 129 milhões para projetos no Amapá

Recursos foram desembolsados após ação do Executivo e gestões de senadores do Estado

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) liberou na última quinta-feira, 23, um total de R$ 129,059 milhões para o Amapá. Com os recursos, o Estado poderá dar continuidade a uma série de obras importantes para a população local.

Entre os projetos estão a construção da ponte sobre o rio Matapi, além de uma série de obras na área de saúde: a ampliação e reforma do Hospital da Criança e do Adolescente em Macapá, a ampliação do Hospital Estadual no Município de Santana e a construção de sua Unidade de Nefrologia, a implantação de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em Macapá e Laranjal do Jari, a construção do Hospital de Partos Normais (maternidade da zona norte) em Macapá.

Parte dos recursos também será utilizada em serviços de recuperação da rede geodésica e renovação da base cartográfica do Estado, estes dois últimos com apoio do IBGE e do Exército Brasileiro. Todos estes projetos serão apoiados com um crédito de R$ 125 milhões do BNDES, por meio da linha BNDES Estados, que financia investimentos das unidades federativas.

Além desses recursos, também foram liberados R$ 4,059 milhões para a continuidade e conclusão do projeto de modernização da administração tributária do Estado mediante, principalmente, a implantação de sistemas informatizados de gestão, e a renovação do parque de equipamentos de informática da área fazendária. Os recursos foram desembolsados no âmbito da linha BNDES PMAE, que apoia a melhoria da gestão dos Estados. Os dois contratos foram assinados em 2013, ainda na gestão passada.

As liberações foram possíveis graças ao esforço conjunto do Governo do Estado e da bancada de representantes do Amapá no Senado Federal. Tanto representantes do Executivo quanto a bancada de senadores foram recebidos pela direção do Banco, com o objetivo de viabilizar a liberação dos recursos. O Estado regularizou em maio suas obrigações legais, eliminando um entrave para o desembolso dos recursos, ao passo que os senadores fizeram menção ao BNDES a respeito da relevância das obras financiadas.

“Tivemos aqui um excelente exemplo de como é possível trabalhar de maneira conjunta por um objetivo comum. Como resultado do empenho de todos os senadores e do Executivo, a população deve contar mais rapidamente com os serviços de que tanto necessita”, disse o presidente do BNDES, Luciano Coutinho.

Atualizado em 29/07/2015 às 18:29
___
Ação do GEA e de senadores tornou possível a liberação de cerca R$130 milhões para o AP. Ação do GEA e de senadores tornou possível a liberação de cerca  R$130 milhões para o AP. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, julho 29, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD