Header AD

Coluna Política

Política, com Renivaldo Costa -12/06/2015


Não colou

A turma do “quanto pior melhor” bem que tentou impulsionar o efeito da matéria exibido no domingo último no Fantástico, mas não colou. A verba de gabinete é um recurso isonômico entre os deputados. Ou seja, ele escolhe se utiliza os R$ 58.500 para nomear um ou setenta assessores. Assim, Raimunda Beirão, a quem a matéria tentou apontar como tendo um exercito de assessores  fantasmas, apenas distribuiu seu recurso da forma mais democrática possível entre aqueles que a ajudaram a eleger e lhe ajudam a legislar.

Alvo

Desde que seu nome foi apontado como pré-candidato às eleições municipais, Pedro da Lua passou a ser constante do PSol e PSB. Nas redes sociais, blogs e sites da oposição, o nome dele passou a ser pauta constante. Sinal que ele incomoda. Pudera: Da Lua é o deputado que mais produz na Alap, tanto em agenda positiva quanto em volume de produção parlamentar. Já é autor de 21 projetos de lei. E isso em apenas 130 dias.

Aliás

...uma enquete realizada nas redes sociais por um sujeito chamado Milton Santos testou vários pré-candidatos e também cenários de segundo-turno. Em vários destes cenários Da Lua aparece como vitorioso. Ele ganharia de Clécio, Promotor Moisés, Genival Cruz, Gilvam Borges e Jorge Amanajás.

Regência

Governo paga no salário de junho os 15% que prometeu da regência de classe. Mas somente para os professores efetivamente em sala de aula. Para isso, quem fará o recadastramento não será o professor, mas o diretor de cada escola. Medida acertada.

APURÓDROMO


O calor estava de rachar. A sede do Trem Desportivo Clube, onde era feita a apuração (ainda manualmente) parecia o mármore do inferno, de tão quente que estava. Ali não havia nem ventiladores e muito menos aparelhos de ar condicionado.
Todo mundo se abanava e reclamava do calor, inclusive o juiz eleitoral Rommel Araújo.
Eis que o vereador e candidato à reeleição Zeca Deabo  se aproxima do juiz e faz uma promessa:
- Doutor Rommel, se eu me reeleger, eu prometo construir um Apuródromo porque eu não acho justo a Justiça Eleitoral desenvolver seu trabalho num lugar tão desconfortável e quente como este.
(Do livro Zero Voto, de Alcinéa Cavalcante e Rostan Martins)
__
Coluna Política Coluna Política Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, junho 13, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD