Header AD

Oiapoque pede socorro.

Cerca de 2mil saem às ruas em Oiapoque para protestar contra Governo do Estado.


De acordo com a Polícia militar local, cerca de 2 mil pessoas saíram às ruas de Oiapoque, nesta terça-feira, 19, para protestar contra abandono do município pelas autoridades estaduais. Entre os problemas enfrentados pela população está os vários casos de surto de febre chikungunia e dengue, o isolamento da capital devido a péssimas condições de trafegabilidade da BR-156 ; constantes cortes no fornecimento de energia, que causou a morte de um estudante.

A cidade localiza-se no extremo norte do Estado e devido aos problemas decidiu ocupar as ruas da cidade para protestar contra o descaso que vem sofrendo por parte governo Waldez Góes

Segundo os manifestantes, a cidade encontra-se praticamente isolada do restante do Estado em razão da falta de manutenção e dos atoleiros na BR-156. A viagem entre Macapá e a sede do município, que até o inicio do ano era feita entre 6 e 8 horas,  atualmente pode passar de 24 horas. Moradores afirma que carros pequenos não conseguem mais concluir a viagem e ônibus geralmente são rebocados nos trechos críticos.

Devido à situação da estrada o fornecimento de energia elétrica, que já estava complicado, ficou pior ainda. Os caminhões tanques que levam óleo diesel para a termoelétrica não conseguem chegar em Oiapoque, resultando em cortes constantes na geração de energia e  contribuindo para o sofrimento da população.

Desde 2014 a cidade enfrenta o segundo maior registro de casos de dengue e de febre chikungunya no país, atrás apenas do município de Feira de Santana, na Bahia. De 1º de janeiro a 30 de abril foram confirmados 1.978 casos de chikungunya em 12 estados mais o Distrito Federal. Destes, 1.949 ocorreram na Bahia e no Amapá, o que corresponde a 98,5%. Cerca de 80% a 90% dos casos no Amapá ocorrem em Oiapoque.

Cansados de esperar por uma solução que não chega a população ocupou nesta terça-feira (19) as ruas do centro da cidade com faixas, cartazes e palavras de ordem, pedindo socorro as autoridades estaduais e, ao mesmo tempo,  manifestando total indignação em relação ao chefe do executivo estadual e ao prefeito do município.

Além de Oiapoque também ocorreram manifestações contra o Governo do Estado no município de Calçoene, onde a população enfrenta problemas idênticos.




Com informações do Brasil 247/AP e fotos de Seles Nafes
__
Oiapoque pede socorro. Oiapoque pede socorro. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, maio 20, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD