Header AD

Interpelação Judicial movida por ex-governador está concluso para julgamento.

Interpelação Judicial movida pelo ex-governador Camilo Capiberibe contra Waldez Góes está concluso para ser julgado.


Em discurso na abertura dos trabalhos legislativos, no início de fevereiro, o governador Waldez Góes (PDT) expôs a situação situação financeira do Estado. Ele afirmou que a gestão anterior, de Camilo Capiberibe (PSB) havia deixado uma dívida de R$ 6 bilhões de reais. Naquela ocasião Waldez afirmara que o suposto débito seria combatido com redução do custo da máquina administrativa, intensificação de uma política agressiva de captação de recursos externos, fortalecimento do equilíbrio fiscal e modernização do controle da arrecadação.

Semanas após o discurso, o ex-governador entrou com uma interpelação Judicial no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra Waldez Goes. A ação está atualmente concluso à admissibilidade pelo Presidente da Corte, Ministro Francisco Falcão.

Nas redes sociais Camilo Capiberibe informa que o pedido de explicações tem como finalidade "elucidar a intenção da falaciosa alegação, proferida na sessão de abertura dos trabalhos legislativos da Assembléia Legislativa do Estado do Amapá. "

Leia.

A interpelação Judicial, movida pelo ex-governador Camilo Capiberibe, em face de Waldez Goes, foi autuada pelo STJ sob o n˚ 132 (2015/0106901-8), estando, atualmente, concluso à admissibilidade pelo Presidente da Corte, Ministro Francisco Falcão.

O pedido de explicações tem como finalidade elucidar a intenção da falaciosa alegação, proferida na sessão de abertura dos trabalhos legislativos da Assembléia Legislativa do Estado do Amapá, que Camilo, enquanto Governador do Amapá, teria deixado uma dívida cujo montante chegaria a 6 bilhões de reais. Dívida esta que ficaria para a atual gestão administrar.

Aduziu-se, na petição inicial, a completa impropriedade das alegações, vez que não condizem com a realidade dos fatos, seja pelo total do montante alegado (sequer detalhado com a minúcia necessária para aferição da origem da dívida), seja pelo fato de a dívida, em sua maioria, ser decorrente ainda da gestão anterior do interpelado, não se podendo admitir que haja, neste caso, injusta transferência de responsabilidades por meio de alegações inverídicas.

__
Interpelação Judicial movida por ex-governador está concluso para julgamento. Interpelação Judicial movida por ex-governador está concluso para julgamento. Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, maio 17, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD