Header AD

100 dias do governo Waldez

Nos 100 dias do governo, ex-defensor público do estado, Helder Ferreira, destaca o que Waldez Góes pode fazer pela população



O advogado, membro da Advocacia Geral da União (AGU), professor e coordenador do curso de direito do Centro de Ensino do Amapá (CEAP), Helder ferreira destaca o que  Waldez ainda pode realizar, passados os 100 dias de gestão, . "Waldez sabe das dificuldades que ainda vai enfrentar, em um ano atípico, de crise financeira em todo o Brasil. O contingenciamento do orçamento, o corte de cargos em comissão, ilustram a vontade de fazer o Amapá voltar a crescer, gerando emprego e renda."

Helder Ferreira não menciona os possíveis avanços do governo em relação ao tripé: saúde, educação e segurança pública. Setores que, de acordo com a oposição, geram problemas para o governo.

Na educação, por exemplo, o governo resiste em chamar os professores do concurso de 2012, mesmo tendo escolas que ainda não preencheram quadro profissional; na saúde, há suspeitas de contratos emergenciais irregulares com uma empresa acusada de corrupção, com a justificativa da falta de medicamentos no Hospital Geral; há ainda dados que revelam, segundo o jornalista Bolero Neto, o agravamento da violência no estado.

O ex-procurador entende que se houvesse a transição das ações de governo, após as eleições, os problemas enfrentados por Waldez seriam menores.


Leia.

Waldez: 100 dias de governo

Nesta sexta feira, 10 de abril, Waldez está completando cem dias à frente do governo do Estado. Não tem sido fácil a jornada diante de tantos obstáculos encontrados nesse período. É certo que se tivesse havido transição das ações de governo, após as eleições, hoje os problemas seriam menores e mais fáceis de serem enfrentados.

Waldez, no entanto, disse ao tomar posse, que iria encarar os problemas com determinação e coragem e ia trabalhar incansavelmente para honrar a confiança do povo do Amapá. Assim tem feito, e com muito trabalho começa a sanar os inúmeros problemas encontrados na máquina administrativa do Estado, entre os quais, obras paralisadas, dívidas com fornecedores, falta de professores, cirurgias ortopédicas por fazer, corredores do Hospital de Emergência lotados com pacientes, economia estagnada entre tantos e tantos problemas.

Nesses cem dias, não se viu Waldez reclamar ou acusar a, b ou c por tantos problemas, como era comum no passado se ouvir, nas ao contrário, convocou seus colaboradores para trabalharem e resgatarem com ações e políticas públicas, serviços que o público do Oiapoque ao Jari necessitam e merecem ter. Três áreas importantes para a cidadania e bem estar do povo, apresentam significativos avanços: saúde, educação e segurança pública. Na busca desses avanços e outras melhorias, teve que cortar despesas de custeio para destinar a atividades fins.

Waldez sabe das dificuldades que ainda vai enfrentar, em um ano atípico, de crise financeira em todo o Brasil. O contingenciamento do orçamento, o corte de cargos em comissão, ilustram a vontade de fazer o Amapá voltar a crescer, gerando emprego e renda. Sabe também, que para fazer uma boa gestão é preciso dialogar com a classe política, com as lideranças comunitárias, e, em especial com o povo.

A expressiva votação que Waldez teve nas últimas eleições, vencendo praticamente em todos os municípios, é a certeza de que o povo do Amapá confia em seu governante. O caminho é longo, e por certo que muitas conquistas no campo econômico e social virão; afinal, vontade de trabalhar e determinação não faltam a esse líder, que sabe que tem uma árdua, porém profícua missão de melhorar a vida do povo do Amapá até 31 de dezembro de 2018. Avante Waldez, tenha certeza que grande maioria do povo guerreiro tucujú confia em você!
__
100 dias do governo Waldez 100 dias do governo Waldez Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, abril 12, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD