Header AD

TFD

Pai de criança com câncer denuncia pagamento seletivo dos pacientes do Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

Carlos Daniel.
 Agenilsom Pereira, pai de Carlos Daniel Cardoso Pereira, de 6 anos de idade, (diagnosticado com leucemia linfóide aguda), denuncia falta de comprometimento da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) com os doentes de câncer. Em uma rádio local, o pai da criança pode ter deixado o secretário Adjunto da saúde, Fernando Nascimento, ( Pedro Leite) em uma situação embaraçosa, ao denunciar a seletividade no pagamento dos meses atrasados do TFD.

De acordo com Agenilson – que luta para conseguir recursos para se manter com o filho em São Paulo, onde o tratamento do câncer é possível pelo SUS - depois de apelar a Pedro Leite numa quinta- feira de janeiro para a atualização do pagamento dos meses em atraso do auxílio do TFD, através do programa do jornalista Luiz Melo,  de imediato, via telefone, o secretário adjunto afirmou que no mesmo dia os pagamentos estariam sendo pagos. O que não ocorreu.

“A Sesa lançou uma nota, e eles  vieram no rádio dizer que já haviam pago, mas quando ela [Sesa] lançou a nota [afirmando que haviam pago os meses atrasados], nem do meu filho saiu na época, eu tive que ligar [de São Paulo] para outras rádios e algumas emissoras de televisão fazer participação ao vivo de lá, reclamar...”, conta o pai de Carlos Daniel.

Agenilson Pereira ficou tête-à-tête com Fernando Nascimento, ( Pedro Leite), na presença da jornalista Ana Girlene, do Programa Café com Notícias na tarde desta quinta-feira, 26, e teria desmentido o Secretário Adjunto no ar sobre os pagamentos dos meses que ainda estão atrasados.

“Uma participação aqui nesta rádio, 90.9, que o secretário foi indagado pelo próprio [jornalista Luiz] Melo e numa quinta-feira ele [secretário] falou que tinha um problema no banco... problema com a falta de assinatura, e que estaria indo ao banco para pagar. Na quinta – feira,  próximo do meio dia, fui consultar e estava disponível o pagamento do meu filho, de um período de 2014, mas as outras pessoas não receberam, e essas pessoas lá no mesmo hospital vieram pra cima de mim me cobrar: porquê só saiu [o dinheiro] do meu filho e o deles não?”, lamenta Pereira.

Agenilson informa que os pagamentos do filho saíram em parte, os meses de outubro e novembro foram pagos, mas os de dezembro e janeiro deste ano ainda estão pendentes. Ele faz questão de pontuar que as questões sobre suas denúncias na saúde pública do Amapá não são uma questão pessoal, contra o secretário ou contra governos A ou B.

Em sua defesa, o secretário adjunto Fernando Nascimento Pedro Leite, declara que o sistema de saúde esta caótico, e culpa a gestão anterior. “Está complicado por que não fizeram praticamente nada no governo passado, deixaram a saúde ao deus dará.”

Carlos Daniel antes do CA

Agenilson(pai) e Carlos Daniel(filho)
__
TFD TFD Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, fevereiro 27, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD