Header AD

Indignação

Jornalista Alcinea Cavalcante solta o verbo diante da mudança do endereço e do nome da Escola Embaixada de Samba Cidade de Macapá.

Alcinea/Cabuçu
Um dos motivos para a desfiguração, segundo o deputado federal Cabuçu (PMDB), é universalizar a escola para poder propagar o carnaval. A agremiação passará a se chamar "Grande Amazônia" e será sediada no município de Mazagão. O ato revolta a jornalista. "Ora, ora, que desculpa mais esfarrapada essa. Não precisa e nunca precisou mudar nome de escola de samba para que isso aconteça. Há anos o carnaval do meio do mundo é tão conhecido fora do Amapá que já chegou a ser considerado o quinto melhor do Brasil", prossegue indignada. Um dos fundadores da Escola Embaixada de Samba Cidade de Macapá foi o poeta e jornalista Alcy Araújo, já falecido, genitor da jornalista Alcinea Cavalcante.

Leia.

Ora bolas, me compra um busto


Este ano o maior mico do carnaval não foi pago na avenida do samba. Não foi a entrada da Império do Povo sem comissão de frente. O grande mico, o king-kong da quadra momesca, foi o anúncio da mudança de nome da Embaixada de Samba Cidade de Macapá para  Grande Amazônia.

O anúncio foi feito pelo presidente da escola, deputado federal Cabuçu, que justificou que tal mudança visa unicamente “buscar maior abrangência a todos os que moram na Amazônia, universalizar a agremiação e desta forma propagar o carnaval amapaense”.

Ora, ora, que desculpa mais esfarrapada essa. Não precisa e nunca precisou mudar nome de escola de samba para que isso aconteça. Há anos o carnaval do meio do mundo é tão conhecido fora do Amapá que já chegou a ser considerado o quinto melhor do Brasil. Gente do platô das Guianas e dos estados  Pará, Amazonas entre outros  participa do nosso carnaval, seja assistindo ou desfilando nos blocos e escolas de samba, com direito a cobertura dos jornais e TVs francesas. E não se pode esquecer também que nosso carnaval já chegou ao maior templo do mundo da folia momesca: a Marquês de Sapucaí com a Beija-Flor. Portanto, falar que a mudança de nome é para propagar, difundir o nosso carnaval, é desculpa esfarrapada ou desconhecimento de quem se arvora a falar de carnaval sem saber a diferença entre um surdo e um tamborim, ou a vaidade de querer aparecer, tentativa tola de escrever ( a lápis) seu nome na história.

Ora, me compre um busto!

Grave seu nome na história com projetos e ações em benefício do Amapá e seu povo, não tentando apagar – por pura vaidade, repito – a história e a cultura e golpear a memória daqueles que SIM fizeram história e cultura nesta terra.

A Embaixada de Samba Cidade de Macapá foi fundada em outubro de 1964, na avenida General Gurjão (entre as ruas Tiradentes e General Rondon) por um grupo de artistas e carnavalescos como R. Peixe, Alice Gorda (primeira e única Rainha Momo), Raimundo Barros, entre outros. Em plena ditadura fez história com seus enredos satíricos, revolucionou o carnaval amapaense, foi a primeira escola de samba no Amapá a levar alegorias para a avenida e quebrar o preconceito que existia na época contra “moças de família” que desfilavam nas escolas de samba.

Em nota divulgada sexta-feira passada, dia 20, o presidente da escola, deputado federal Cabuçu, diz que “a mudança do nome da agremiação iniciou há um ano, de comum acordo com os seus diretores”. Mas é preciso que eles saibam que a escola não pertecence a eles (diretores)  nem é propriedade de grupo político. A escola é da comunidade. E a comunidade não foi consultada, nem ouvida nem cheirada. Um desrespeito!

Na nota, Cabuçu diz ainda que “prima pelo crescimento do carnaval amapaense e, acima de tudo, pela expansão da arte e cultura do Amapá.”.

Ok. Então que tal, em vez de mudar o nome da escola, garantir emendas no orçamento da União para projetos culturais que promovam a expansão da arte e cultura com inclusão social?

Fica a dica.
__
Indignação Indignação Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, fevereiro 23, 2015 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD