Header AD

Mobilidade urbana: encontro histórico afasta impasse sobre a Rod. NORTE/SUL

Governador do Amapá e ministro assinam acordo e encerram o impasse da conclusão da Norte/Sul

Da Redação - Agência Amapá 
Assinatura do acordo é um marco histórico que garante o direito da população e um novo rumo à mobilidade urbana ao povo do Amapá
Após anos de espera, enfim o último trecho da Rodovia Norte/Sul sairá do papel. Com uma cerimônia ocorrida às margens da rodovia nesta quinta-feira, 6, foi assinado o acordo que regulariza o sítio do Aeroporto Internacional de Macapá - Alberto Alcolumbre. 

A assinatura feita pelo governador do Amapá, Camilo Capiberibe, pelo prefeito de Macapá, Clécio Luís, e o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, põe fim a uma batalha judicial entre a União e o município que se arrastava há seis anos. A partir do acordo, a União passa a ceder áreas ao Estado e ao município, o que permitirá a conclusão da Rodovia Norte/Sul, que possibilitará desafogar o trânsito na Zona Norte da capital.

Desde janeiro de 2011, quando assumiu a gestão do Executivo, Camilo Capiberibe, junto com os senadores João Capiberibe e Randolfe Rodrigues e a bancada federal, firmaram o compromisso de fazer com que a tão sonhada Norte/Sul saísse da idealização e se tornasse uma realidade concreta, como relatou o governador.

Assinatura do acordo é um marco histórico que garante o direito da população e um novo rumo à mobilidade urbana ao povo do Amapá

"Fizemos tudo o que foi necessário, conseguimos fazer a primeira e segunda e etapas, mas o projeto foi dividido em três etapas. Infelizmente, enfrentamos uma negociação árdua que teve forte influência política para que nós não déssemos continuidade na obra. Tivemos um grande atraso", ponderou.

Ainda de acordo com o chefe do Executivo, "no entanto, estou feliz por participar de um marco histórico que é a assinatura da liberação do terceiro e último trecho da Norte/Sul. Resolver um gargalo que garante o direito das pessoas, que garante um novo rumo à mobilidade urbana ao povo do Amapá é o que me deixa satisfeito e com sentimento de dever cumprido com a nossa população", ratificou.

Com a liberação do Governo Federal para conclusão do último trecho da Norte/Sul, o que corresponde a 20% que falta para a entrega da obra, o cenário na Zona Norte ganhará um novo ritmo de mobilidade urbana da capital amapaense.

O terceiro trecho irá melhorar o trânsito em mais de 80%, o que corresponde aos engarrafamentos nos horários de pico. Além disso, irá interligar a Rodovia Tancredo Neves à Rodovia Duca Serra. O trecho compreende 2,7 quilômetros dos 6,7 quilômetros previstos da obra. O investimento é de aproximadamente R$ 50 milhões. A obra prevê a urbanização de toda a extensão da rodovia, com sinalização, via dupla, aparelhamento de infraestrutura, ciclovia, iluminação e canteiro central.


O ministro Moreira Franco avaliou a assinatura do acordo como uma grande vitória. "Este acordo é uma vitória para todas as partes. Conversando entre nós, conseguimos eliminar burocracias, evitar uma batalha judicial sem fim e dar segurança jurídica aos moradores do entorno do aeroporto e segurança às próprias operações do aeroporto", afirmou.

Pelo acordo, a União doará ao município uma parte do bairro Alvorada, de 28 hectares. Outra parte, contudo, permanecerá no sítio aeroportuário. As famílias que vivem nela serão cadastradas e reassentadas pelo município e as casas demolidas. Caberá à Secretaria de Aviação Civil monitorar o cumprimento do acordo.

O senador João Capiberibe, considerado um dos grandes articuladores para a realização da assinatura do acordo, disse que a negociação foi difícil, porém todos chegaram a um senso comum.


"Negociação intensa e árdua que envolveu várias instituições do Governo Federal, do Estado e da prefeitura, mas finalmente chegamos a um denominador comum assinando este documento que permite a conclusão da Norte/Sul, que vai aliviar o trânsito da cidade de Macapá. Essa via já deveria ter sido entregue há um ano, mas a Aeronáutica atrasou demais a parte que lhe cabia nas negociações. Vamos deixar a obra com 90% ou 100% de conclusão, podendo inaugurar ou não, mas fizemos a nossa parte, como prometido", sublinhou o senador.

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, disse que o acordo que foi assinado para a conclusão da Rodovia Norte/Sul é legado que será deixado ao Amapá.


"Assinamos um documento que, de longe, será o maior legado de mobilidade urbana que o Amapá já viu. Integrada, a via terá efeitos colaterais positivos para os moradores dos bairros da Zona Norte e vai resolver a vida de famílias que vão ter a legalização das áreas resolvidas", ressaltou o prefeito.

Com as obras concluídas, a Rodovia Norte/Sul vai beneficiar mais de 120 mil moradores da Zona Norte de Macapá, bem como a população de Santana, município vizinho da capital, e motoristas vindos de outros municípios do Estado.


Participaram da cerimônia o senador eleito Davi Alcolumbre; o senador Randolfe Rodrigues; a bancada federal, composta pelas deputadas Janete Capiberibe e Fátima Pelaes; a deputada estadual Cristina Almeida, além da sociedade civil e demais autoridades do Governo Federal.

__
Mobilidade urbana: encontro histórico afasta impasse sobre a Rod. NORTE/SUL Mobilidade urbana: encontro histórico afasta impasse sobre a Rod. NORTE/SUL Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, novembro 06, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD