Header AD

Waldez Góes quando governador recebeu o maior salário do Brasil

Portal da Transparência revela: Waldez Góes chegou a receber um salário escandaloso, R$ 319 mil reais, o maior do Brasil na época

Mega salário
Com a aproximação da importante eleição de domingo, é bom o eleitor conhecer o perfil dos candidatos, principalmente daquele que declarou ter apenas R$15mil em bens ao Tribunal Eleitoral do Amapá (T.R.E).

Você sabia quanto o ex-governador Waldez Góes (PDT) recebeu nos três primeiros meses de 2010? Em contrapartida, quanto Camilo Capiberibe (PSB) recebeu de salário nos três primeiros meses de 2014?

É inacreditável, mas em janeiro de 2010 Waldez recebeu R$ 281.610,91; em fevereiro de 2010 - R$ 30.750,98; em março - R$ 24.117,62. Somando um total de R$ 336.479,51. Enquanto Camilo Capiberibe recebeu, em janeiro de 2014, o salário de R$ R$ 24.117,62, mesmo valor que recebeu nos meses de fevereiro e março, e, que permaneceu recebendo durante os meses de sua gestão.

Indecente e escandaloso é que somente no mês de novembro de 2009, o ex-governador Waldez Góes chegou a receber R$ 319. 494,99 de salário. O maior do Brasil para um servidor público. Dá pra acreditar?

Tudo isso só veio à tona quando entrou em vigor a lei de acesso à informação, a Lei da Transparência de autoria do Senador João Alberto Capiberibe(PSB), que obriga o poder público em todas as suas esferas – municipal, estadual e federal – a disponibilizar todas as informações solicitadas por qualquer cidadão, determinando que os órgãos e entidades públicas divulguem um rol mínimo de informações através da internet.

Na época em que a lei entrou em vigor, setores da imprensa amapaense - que durante os oito anos do governo da “harmonia” o apoiavam incondicionalmente- armaram uma ofensiva contra a exposição dos salários dos servidores públicos no Portal da Transparência. O motivo era óbvio: o super salário de ANTÔNIO WALDEZ GÓES DA SILVA.

Para comprovar, acesse o Portal da Transparência, está tudo lá: http://www.transparencia.ap.gov.br/

A revelação só veio à tona, de fato, quando Camilo Capiberibe assumiu o Estado em 2011 e colocou todos os salários dos servidores no portal da Transparência.

O governo de Waldez Góes hesitara em colocar esses gastos públicos com o funcionalismo no Portal da Transparência. Tudo comprova que o então governador tinha motivos de sobra para temer esse tipo de exposição.

Um fato é inquestionável: se Camilo não disponibilizasse os gastos como previa a lei, o povo amapaense permaneceria até hoje confiando na cara de bom moço e acreditando na boa fé do ex governador, Waldez Góes.

Este seria mais um daqueles escândalos que permaneceria no mais absoluto sigilo, ignorado pelo povo, exatamente como convinha aos corruptos que hoje respondem a inúmeros processos, entre outros, por improbidade administrativa e que ultimamente sobem no mesmo palanque, dando apoio incondicional ao candidato que faturou os super salários.

O mesmo candidato que, quando governador, ainda se apropriou indevidamente dos valores descontados da folha de pagamento dos servidores que haviam contratado o empréstimo consignado. Vai ver que os R$ 319. 494,99 que recebera em um único mês era tão pouco que precisasse lançar mão de dinheiro alheio para poder garantir a sobrevivência de suas mordomias.

Com a palavra o eleitor e as instituições que devem fiscalizar e zelar pela lisura na aplicação do dinheiro público.

A eleição é neste domingo. A grana desviada certamente não retornará aos cofres públicos. Mas o eleitor consciente poderá evitar futuras farras com o dinheiro público – dinheiro de todos nós, contribuintes, que pagamos pesados tributos, que são usados, entre outros, para o pagamento do funcionalismo público.
__

Waldez Góes quando governador recebeu o maior salário do Brasil Waldez Góes quando governador recebeu o maior salário do Brasil Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, outubro 21, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD