Header AD

Sai Sarney, entra a Norte Sul

Enfim a liberação do último trecho da Rodovia Norte Sul

Na foto, os senadores do Amapá recebendo das mãos do chefe de gabinete da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Gustavo Canuto, o termo do acordo para a conclusão da Rodovia Norte-Sul.
Na tarde desta quinta-feira (30), os senadores João Capiberibe (PSB-AP), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e o recém eleito senador David Alcolumbre (DEM-AP), que ocupará a vaga de José Sarney no próximo pleito, receberam da Secretaria de Aviação Civil o termo do acordo para a conclusão da Rodovia Norte Sul. A finalização da obra, tratada como prioridade pelo governador Camilo Capiberibe, dependia exclusivamente da assinatura do secretário da pasta, Moreira Franco, desde abril. A obra será entregue até o final deste ano.

Entenda o imbróglio:

Em 15 de abril passado, em audiência pública na CDR do Senado, o senador João Capiberibe cobrou ao ministro Moreira Franco, da Secretaria de Aviação Civil, e também ao presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo Vale, celeridade no acordo feito para a conclusão das obras da Rodovia Norte-Sul, em Macapá.

O primeiro e segundo trechos da obra já estavam concluídos, mas a finalização dependia de desentraves burocráticos, já que o terreno pertence à Infraero. O processo encontrava-se no setor jurídico da empresa, desde que foi feito o acordo entre Governo do Estado e Governo Federal, há meses sem resposta.

A Norte-Sul foi projetada para resolver um grande problema de mobilidade dos moradores da Zona Norte que precisam chegar ao Centro de Macapá, que hoje contam uma única via de acesso, causando grandes engarrafamentos.Em resposta a cobrança de Capiberibe, o ministro Moreira Franco garantiu que até o final da tarde daquele dia teria um posicionamento sobre a situação. Ele prometeu telefonar diretamente ao senador com a resposta.

E assim o fez Moreira Franco, pedindo ao senador que marcasse dia e hora para a assinatura do termo de acordo. Infelizmente, Moreira Franco voltou atrás pressionado pelo diretório de seu partido (PMDB) no Amapá e começou a empurrar com a barriga a assinatura do contrato. Em 5 de agosto passado, o senador Capi voltou a cobrar de Moreira Franco uma solução para o problema. Alegou o ministro então que o período eleitoral o impedia de liberar o termo de acordo, o que não era verdade, pois não se tratava de obra nova, mas de continuidade e conclusão de uma obra em andamento.
Agora, passados quatro dias do fim das eleições, o termo de acordo foi assinado e a obra será retomada. Ficou, pois, comprovado que a turma de Sarney no Amapá age em desfavor da coletividade e a favor de suas conveniências políticas.

ASSCOM/Senador Capiberibe
__
Sai Sarney, entra a Norte Sul Sai Sarney, entra a Norte Sul Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, outubro 30, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD