Header AD

Questão de saúde

"O Amapá nos últimos 24 anos já teve médicos vereadores, deputados estaduais, deputados federais, prefeitos, senador, vice-governador e até governador. Os médicos são sem dúvida a categoria de profissionais que mais teve poder político em nosso estado; nem os professores, nossa mais numerosa categoria de profissionais de nível superior, tiveram tanto poder. Se todos os médicos políticos tivessem trabalhado para melhorar nossa saúde teríamos uma das melhores saúde pública do Brasil. Ao contrário alguns desses médicos políticos trabalham contra a saúde pública; por uma razão muito simples, com uma saúde pública funcionando normalmente, o eleitor não precisa trocar seu voto por uma consulta ou um exame. Alguns dos nossos médicos são tão contra a organização da saúde que até a Unimed eles conseguiram falir. Alguns dos nossos médicos consultam sem olhar no rosto do paciente, vão logo passando o antibiótico e quando não conseguem diagnosticar a doença dizem que é uma virose. Se já aconteceu isso com você curta. Sou do tempo que médico antes de receitar examinava os olhos, a língua, media pressão, pulso, se informava sobre hábitos alimentares do paciente, etc. Pra não ser injusto observem que não estou generalizando, claro que temos bons médicos. O que você acha já que saúde é um problema em nosso estado?"

(Claudio Pinho - engenheiro Mecânico, MBA em Gestão Empresarial, experiência em gestão pública; dirigente do PSB; caboclo da Amazônia, apreciador de açaí.)
Claudio Pinho
__
Questão de saúde Questão de saúde Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, outubro 29, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD