Header AD

Coluna do João Silva

POLÍTICA & CIDADANIA

APOIO

Randolfe Rodrigues vai mesmo deixar o PSOL, onde suas relações se deterioraram bastante, de uns tempos pra cá, e deve ingressar na Rede Sustentabilidade, de Marina Silva. Ele votou em Luciana Genro no primeiro turno em respeito ao vínculo que ainda o mantém preso à legenda. No segundo turno o voto dele virou uma incógnita, já que votaria em Marina, que ficou fora da disputa.

O psolista que chegou ao Senado com  200 mil votos dos amapaenses em 2010 se aproxima da metade do seu primeiro mandato. Ele anunciou, logo após o encerramento do primeiro turno, seu apoio ao governador Camilo Capiberibe (PSB). No primeiro turno votou em Lucas Barreto (PTB). Randolfe disse que seu lugar é no palanque da oposição ao grupo liderado por José Sarney no Amapá.

EQUILÍBRIO

O PT também fica com o PSB no segundo turno e confirma apoio à Camilo Capiberibe em meio a um tsunami de diabinhos criado pela mídia amestrada, diria o jornalista Haroldo Franco. Tudo a ver com o desempenho da vice-governadora Dora Nascimento, que não conseguiu decolar na corrida para o Senado, acabando por ensejar o crescimento de Davi Alcolumbre (DEM) que derrotou o líder de pesquisa, Gilvan Borges (PMDB), e ficou com a vaga.

Aí entrou em campo a turma do contra, como sempre faz, para culpar Camilo pela derrota da petista objetivando tirar o PT da frente de esquerda e oferecê-lo ao candidato Waldez Goés e o seu discurso de bom menino dizendo que o PSB não fora republicano – ora,ora, quem é o ex-governador WG para falar nisso?!

Felizmente, o equilíbrio do deputado estadual e presidente do Diretório Regional do PT, Joel Banha, e a competente articulação do senador João Capiberibe serenaram uma crise incrementada por uma infestação de diabinhos vindos do lado de lá.

ATAQUE

Coligação Unidos pelo Povo (PDT/PMDB/PP) investe contra o editor deste blog, a quem deseja calar; entrou com Representação Eleitoral contra a gente só porque saiamos em socorro do cidadão intoxicado pela desinformação que sai todos os dias das 16 emissoras de rádio e 2 canais de televisão da família Borges.

Os peemedebistas, pedetistas e pepistas ficaram zangados só porque em artigo publicado neste blog o colunista explica que o governador Camilo não está cometendo crime nenhum ao concluir obras abandonadas por seus antecessores por falta de prestação de contas dos recursos, desvios e outras mazelas. É que o Gilvan diz que isso é papel de Jacami, ave que tem hábito de criar filho de outros pássaros.

CÍRIO

Velha catedral de São José ganha uma limpeza e leva uma mão de tinta na fachada dias antes da procissão do Círio de Nazaré que está completando em 2014, 80 anos desde que foi realizado a primeira vez em Macapá, em 1934, por iniciativa do Major Eliezer Levy, intendente na época, cansado de dar passagem aos amapaenses desejosos de passarem o Círio em Belém do Pará.

É só uma mão de tinta mesmo, nada mais que isso, o que é lamentável, por que a situação do prédio mais antigo da cidade exige uma intervenção mais radical por parte da Diocese e do Poder Público, já que é patrimônio histórico de Macapá. Não custava também o empresariado do Amapá ajudar numa hora dessas.

INJUSTIÇA

Dois representantes da Transparência Amapá cometeram injustiça ao afirmarem em programa de rádio que entre os eleitos à Câmara Federal ninguém se identifica com os movimentos sociais; que todos se elegeram por força do poder econômico.

Aí que quero dizer que não tenho procuração para defender a deputada Janete Capiberibe (PSB), mas acho que não é bem assim. A parlamentar socialista, que chega a seu quarto mandato desbancada da posição de mais votada do Amapá, tem, sim, um trabalho social que não pode ser esquecido, pela sua relevância.

Janete valoriza os saberes da floresta ao promover, com seu mandato, a inclusão social das parteiras tradicionais não é de hoje; além disso tem um belo trabalho junto às populações tradicionais – índios, negros e ribeirinhos, para lembrar importante projeto de lei de sua autoria que previne e assiste as mulheres vítimas de escalpelamento.

POUPE-NOS!

As adesões assumiram espaço na primeira página dos jornais do Amapá, no horário nobre do rádio e da televisão tucuju! Manjados, alguns adesistas poderiam economizar tanta festa, tanta exposição, afinal, ninguém podia imaginar que a turma do PR [os Gurgel] iria parar no palanque do Camilo, não é? Claro que ninguém, ou quase ninguém.

Sebastião Rocha [PROS], Edinho Duarte [PP], Bruno Mineiro [PT do B], Moises Souza, o irmão Renato Reatgui [PSC], Cabuçu [PMDB] e outros são fugurinhas carimbadas que todo mundo está careca de saber que ficariam mesmo com Waldez Goés.No outro lado da moeda, Randolfe Rodrigues [PSOL], Davi Alcolumbre [DEM], Wagner Gomes [Soli], também eram tidos como certos no palanque de Camilo Capiberibe, pelas suas histórias. O Promotor Moises foi uma surpresa, digamos.

RECOMENDAÇÃO

Ministério Público do Estado do Amapá (MP-AP), por meio da Procuradoria-Geral de Justiça, recomendou ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amapá (ALEAP) a devolução de 16 agentes de polícia civil que estão à disposição da Casa daquela Casa de Leis.
O MP-AP recomenda, ainda, que seja devidamente avaliada a necessidade da contratação de servidores para seus quadros, recomendando a realização de concurso público, com elaboração e divulgação do respectivo edital.

“Queremos que a ALEAP cumpra o ofício nº 369/2014, de 28 de abril, do Gabinete da Delegacia Geral da Polícia Civil solicitando o retorno dos policiais que estão fazendo falta ao trabalho de segurança da população”, ressaltou o Procurador-Geral de Justiça em exercício, Márcio Augusto Alves.

Com o crescimento do crime no Estado e o cidadão exposto a tanta violência, não tem graça nenhuma que esses agentes da lei, que deveriam estar nas ruas, continuem no bem bom dos gabinetes refrigerados dos senhores dos deputados estaduais do Amapá.

NOTICIA BOA

O novo Pronto Socorro do Novo Horizonte, classificação dada pela própria população à Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas), construída pelo GEA na Zona Norte da capital, será entregue ainda este mês. O investimento do Governo do Estado na construção da obra foi de aproximadamente R$ 4 milhões.

A nova UPA tem capacidade para fazer entre 50 a 150 atendimentos por dia, com serviços de média complexidade nas áreas de urgência e emergência.
A inauguração da UPA do Novo Horizonte reduzirá em até 30% a sobrecarga de atendimento no Hospital Estadual de Emergência (HE), que absolve mais de 60% das demandas de baixa complexidade.

Essas demandas poderiam ser sanadas na atenção primária, refletindo em superlotação, pacientes pelos corredores, maior tempo de ocupação de leitos, e até na falta de medicação. “Isso tudo vai acabar com o reforço que teremos, a partir dos serviços oferecidos pela UPA do Novo Horizonte”, justificou, entusiasmado, o secretário de Estado da Saúde Jardel Nunes.

RENOVAÇÃO?

O Amapá ganhou pouco e perdeu muito; infelizmente as urnas foram mensageiras de noticias ruins, entre poucas, muito poucas alentadoras, como a não reeleição pretendida por Edinho Duarte e a eleição do filho, que é vereador, à deputado federal. Ainda houve a reeleição de Marília, de Mira Rocha, Moisés Souza e Rosely Matos acompanhada da eleição de Pedro da Lua, que fez campanha de gente montado na grana.

Na Câmara Federal, viu-se o desserviço da eleição de Roberto Goés, de Jozi Rocha, do Cabuçu, do Aroldo Abdon e outros menos votados, em detrimento da atuação de Dalva Figueiredo, Fátima Pelaes, Bala Rocha e Luis Carlos, que foram mandados pra casa. Pelaes era a recordista de mandatos, que agora pertence a Janete Capiberibe, destronada da posição de candidata mais votada à Câmara Federal no Amapá.
__
Coluna do João Silva Coluna do João Silva Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, outubro 11, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD