Header AD

Áudio: Sarney em Macapá

Sarney comandando da surdina

Degravação
Não seria surpresa para ninguém saber que o ex-presidente José Sarney (PMDB) resolveu aproveitar o clima equatorial da nossa capital, Macapá, em busca de inspiração e descanso, justamente às vésperas de um pleito tão caloroso.

Para quem elegeu uma maneira sorrateira como estratégia de comando a fim de garantir a vitória de seus aliados na base do custe-o-que-custar, uma visita a Macapá seria muito pertinente neste momento em que a disputa pelo governo se acirra mais ainda e o esforço para eleger o seu aliado, Waldez Góes(PDT), se intensifica com o aproximar do dia da votação.

Mas nada disso é surpresa, pois sempre se soube quem esteve no comando da campanha do pedetista, e com mais empenho ainda a partir de agora.

Foi assim em 2010, quando gravações telefônicas autorizadas pela Justiça e divulgadas pela Polícia Federal interceptaram a conversa do oligarca com o ex-governador Waldez Góes, que seria preso dias depois na Operação “Mãos Limpas”.

O fato mostra claramente que o senador maranhense continua dando orientações e montando estratégias para o reagrupamento do seu grupo político durante o processo eleitoral no Amapá.

Assim como em 2010, Sarney teria chegado silenciosamente na madrugada desta segunda-feira, 13, a Macapá para reagrupar e fortalecer a turma denominada “harmonia”, grupo de poder com ramificações no Legislativo, Executivo e Judiciário, que governou o Amapá de 2003 a 2010 e que teve Sarney como o grande mentor.

O objetivo de Sarney/Waldez e sua turma é impedir a todo custo que seu adversário histórico no estado, Camilo Capiberibe(PSB), venha a ser reeleito nas eleições de 26 de outubro.

O ponto central da gravação abaixo seria o de arquitetar uma estratégia para barrar no tapetão a eleição de Janete e João Capiberibe, prática já conhecida do PMDB do senador Sarney tanto no maranhão quanto aqui no Amapá.

Sarney, na iminência de perder eleições, costuma maquinar plano B via judiciário para reverter derrota no tapetão. Ele é suspeito de armar a cassação no TSE, movida por Gilvam Borges (PMDB) contra João Capiberibe (PSB) no ano de 2005.

Veja a gravação degravada do áudio da conversa entre Sarney e Waldez.


Outra pessoa – Oi!

Waldez – Alô! Waldez...

Outra pessoa – Oi governador! Tô passando.

Sarney – Alô Waldez! Como vai?

Waldez – Não sei se o senhor viu a minha pergunta? Tô ligando mais pra ver qual é a sua orientação e a sua avaliação sobre essa questão do processo da Janete e do Capiberibe.

Sarney – O que houve no processo da Janete e do Capiberibe?

Waldez – Não! É que ontem saiu a decisão de negação de registro de candidatura da Janete me parece que amanhã é do Capiberibe o julgamento lá em Brasília.

Sarney – Sim! Olha aqui! Eu vim hoje aqui! Eu peguei um avião agora que eu tô sem avião, porque o Mauro, eu briguei com ele e perdi o avião dele né! Então eu peguei um “king air”, que me trouxe aqui para a campanha da Roseana, eu vim aqui só pra passar o dia, porque o avião tem que voltar hoje de noite, e eu queria conversar com você, mas eu queria que ninguém soubesse que eu estou aqui. Tá?

Waldez – Tá tranquilo!

Sarney – Passa aqui em casa, eu cheguei agora neste momento.

Waldez – Ah! O senhor está aqui em Macapá?

Sarney -  Tô! Passa aqui em casa nesse momento, mas não deixa ninguém saber que eu tô aqui.
   
Waldez – Tá ok!

Sarney – Um abraço! Tchau!

__
Áudio: Sarney em Macapá Áudio: Sarney em Macapá Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, outubro 14, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD