Header AD

Direito de resposta

Campanha de Marina entra com pedido de resposta contra campanha de Dilma

Montagem: Marina/Dilma
A eleição pega fogo, pelo menos nos bastidores das campanhas de Dilma e Marina. Acompanhei os dois últimos programas na Tv das duas principais candidatas ao Planalto e reconheço que os de Dilma foram bem melhor em relação aos de Marina. Os Marqueteiros petistas tentam de toda forma estancar o crescimento da candidata do PSB e, ao que parece, atingiram em cheio - o que é dito nos bastidores da política como - o "calcanhar de Aquiles" de Marina: a autonomia do Banco Central(BC) defendida pela candidata. Além disso, ainda tem a polêmica em relação ao trato com o Pré-Sal. Por causa disso, a coligação Unidos pelo Brasil, de Marina, entrou com direito de resposta contra a campanha do PT. Marina diz ser "mentiras" o que Dilma leva ao ar tanto sobre a independência do BC quanto sobre o Pré-Sal.

Veja a nota sobre o pedido de resposta.

Nota

A Coligação Unidos pelo Brasil requer direito de resposta para restabelecer a verdade em torno da proposta de conceder autonomia institucional ao Banco Central, uma das medidas incluídas no programa de governo da candidata do PSB e usada por sua concorrente para criar pânico entre os eleitores, abordagem que fere flagrantemente a legislação eleitoral em vigor e não corresponde à verdade.

No comercial, a Coligação adversária associa a independência do BC à carestia, dando a falsa impressão de que a despolitização das decisões da autoridade monetária – defendida como necessária para o resgate da confiança na economia brasileira – trará prejuízos para a população, provocando, inclusive à falta de alimentos. A propaganda afirma que a medida entregará ao setor financeiro prerrogativas e decisões que são do governo federal e do Legislativo.

Não bastasse extrapolar a crítica política, tal abordagem distorce gravemente o que propõe o programa de governo de Marina Silva, segundo o qual a autonomia do Banco Central será estabelecida por lei aprovada pelo Congresso Nacional, que fixará mandatos para seus dirigentes e normas para a nomeação e destituição de sua diretoria. Em momento algum, o programa de governo e mesmo a candidata do PSB, em suas declarações, associa a gestão do BC à influência do mercado financeiro nacional.

No outro pedido de resposta, a Coligação Unidos pelo Brasil quer restabelecer a verdade em torno do posicionamento de Marina Silva sobre o manejo do pré-sal, outra questão explorada de forma distorcida pela Coligação com a Força do Povo com o propósito de confundir o eleitor. Comercial veiculado na televisão afirma que Marina Silva é contra a exploração do petróleo da camada pré-sal e que vai retirar os recursos provenientes de sua captação que seriam destinados a Educação e a Saúde, o que não é verdade. Marina Silva tem sido clara em suas afirmações, quando reconhece a importância do pré-sal e o uso dos recursos daí provenientes para os avanços nas áreas de educação e saúde, compromissos que estão em seu programa de governo, bem como defende a ampliação da produção de energia limpa, no projeto de desenvolvimento sustentável para o Brasil.
__
Direito de resposta Direito de resposta Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, setembro 10, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD