Header AD

A força do "diabinho"

Sobre a desistência do candidato Waldez Góes (PDT) de concorrer ao Governo do Estado

Desistência
Pegou mal no seio do eleitorado de certo grupo político a suposta desistência da candidatura de Waldez Góes ao governo. A notícia teria sido propagada pelo jornalista Luiz Melo, proprietário do jornal Diário do Amapá.

O “disse me disse” começou na sexta-feira na rádio Diário FM quando Waldez não compareceu ao debate. Depois, à noite, no debate da TV Record, alguns candidatos fizeram menção se Waldez não havia ‘desistido’ da campanha eleitoral, visto que há contra ele vários processos para serem julgados na Justiça, inclusive já tendo uma condenação em primeira instância.

A “má” notícia logo se alastrou pelas redes sociais durante todo o domingo. Internautas se perguntavam se Waldez realmente havia desistido de concorrer ao governo.

A força do “diabinho” - como pode ser conhecido um suposto fato no meio jornalístico – foi tanta que fez do jornalista Luiz Melo o centro do boato. Logo veio a público desmentir o relato atribuído a ele.

Por causa das ausências do candidato Waldez nos debates da Diário FM, da TV Record e da TV Band possivelmente ainda hoje há eleitor na dúvida se Waldez não desistiu de concorrer nessas eleições.

“Diablos” à parte, amanhã tem mais um importante debate, desta vez na TV Amapá, portanto será conclusivo para o eleitor menos informado se o pedetista não comparecer, pois provavelmente será decretada a falência eleitoral do ex-governador.
__
A força do "diabinho" A força do "diabinho" Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, setembro 29, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD