Header AD

Não há crime sem resposta no Amapá

Desde de 2011, o Estado sempre responde com eficácia para a solução de crimes no Amapá

"Todo assalto é resolvido de imediato e os bandidos são presos", dito por um internauta em uma rede social, reflete a realidade inóspita para o crime (organizado) no Amapá. Não há assalto sem que a eficiente Polícia Militar responda com criminosos presos; é o que vem acontecendo nos últimos três anos no Estado.

O último caso que se pode dar alguma relevância aconteceu na madrugada do último domingo, 17, quando adolescentes foram presos após arrastão na orla de Macapá.

O arrastão aconteceu por volta das 3h30 da madrugada de domingo (17). Aos menos seis jovens são suspeitos de promoverem o delito. De acordo com a Polícia Militar (PM), o grupo seguia pela Rua Beira Rio, no bairro Santa Inês, por volta das 3h30, quando pessoas próximas ao local acionaram uma viatura policial. Com a chegada da polícia, os adolescentes se esconderam em uma escola do bairro. Após abordagem e buscas três pessoas foram identificadas. Foram apreendidos dois menores de 15 e 16 anos e preso um homem de 21 anos.

Com os suspeitos a polícia encontrou objetos e dinheiro das vítimas. Os adolescente foram encaminhados para a Delegacia de Investigação de Atos Infracionais (Deiai) e o homem para o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval. (Com informações do G1/Amapá)

__
Não há crime sem resposta no Amapá Não há crime sem resposta no Amapá Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, agosto 18, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD