Header AD

Partido da Imprensa Golpista (PIG/AP)

Justiça recebe mais de 80 ações por abuso dos meios de comunicação contra Camilo

Do início de julho até o último sábado, 19, a coligação Frente Popular a Favor do Amapá (PSB/PT/PSOL e PCdoB) já entrou com mais de 80 ações na Justiça Eleitoral denunciando programas radiofônicos e emissoras de rádios, a maioria ligada ao Grupo Beija-Flor, pertencente à família do ex-senador Gilvam Borges, por abuso dos meios de comunicação, além dos jornais impressos A Gazeta e Tribuna Amapaense.

TRE/reprodução MZ
Redação MZ

De acordo com a denúncia da coligação, esses veículos agem formando uma rede de ataque contra a imagem pessoal do governador Camilo Capiberibe. Começam pelo impresso – Gazeta e Tribuna Amapaense  – , depois as rádios e por fim terminam as agressões nas emissoras de TV – Tucuju e Tarumã.

"Os ataques vão além da administração pública. Chega a ser pessoal, envolvendo até mesmo a honra e a família do governador. Por conta disso, a coligação começou entrar na Justiça Eleitoral com ações de processo e direito de resposta. Em menos de uma semana, os advogados já identificaram mais de 80 casos que vão de encontro à liberdade de expressão dada aos profissionais da comunicação", informou o assessor jurídico da coligação, Ângelo Brazil.

A trama

Uma fonte que preferiu não se identificada informou que a pauta do ataque ao governador Camilo Capiberibe é definida todas as tardes no segundo andar do prédio do Jornal a Gazeta, localizado na rua Hildemar Maia, num café oferecido pelo dono do periódico, Sillas Assis Júnior.

A tática é simples. A Gazeta publica e as 16 rádios comunitárias, bem como as TV´s pertencentes ao Grupo Beija-Flor, dão publicidade ao fato, que em 100% das vezes dá somente um lado da notícia, de forma pejorativa, usando até mesmo palavras de baixo calão.

Além de jornalistas, de acordo com a fonte, participam do café, empresários e parlamentares, que juntos traçam a estratégia para o dia seguinte. No último sábado, 19, por exemplo, às 16h, a manchete de domingo foi escolhida pelo grupo. O tema foi a BR-156. O periódico deu, além do título principal do jornal, duas páginas coloridas, onde em nenhum trecho aparece a versão do Governo do Amapá para o problema do atoleiro.

No dia seguinte, os programas de rádio conduzidos por Carlos Lobato (Tribuna da Cidade – 104,3), Jefferson Fassi (Manhã Tucuju – 102,9) deram das 7h às 8h repercussão negativa a notícia e novamente sem ouvir as fontes oficiais do governo.

"Ao meio dia, foi à vez do programa O Estado é Notícia, que entra em cadeia com as outras rádios do grupo Beija-Flor, além de ser transmitido pela TV Tucuju. Quando encerra esse programa começam outros dois. Que são Bronca Pesada e Tribuna na TV. Na verdade a programação das emissoras dos Borges é praticamente toda voltada a agredir a imagem do governador Camilo Capiberibe", destacou o assessor jurídico da coligação Frente Popular a Favor do Amapá (PSB/PT/PSOL e PCdoB) informando que é proibido colocar informações em cadeia utilizando rádios comunitárias.

Os temas da semana passada e que foram debatidos nos rádios e nas tv´s do grupo Beija-Flor foram: Na segunda foi BR-146, terça-feira o destaque foi uma denúncia do senhor Walmir do Carmo, na quarta-feira, o grupo decidiu atacar o conjunto habitacional Macapaba, quinta o tema escolhido foi UDE e Caixa Escolar.

"Basta ler o jornal de manhã e ouvir as emissoras de rádio. Até o discurso é o mesmo e tenho certeza que a Justiça Eleitoral não vai permitir que atitudes como essa prejudiquem o processo eleitoral", acredita o advogado.

_
Partido da Imprensa Golpista (PIG/AP) Partido da Imprensa Golpista (PIG/AP) Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, julho 22, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD