Header AD

Partido da Imprensa Golpista (PIG/AP)

Justiça recebe mais de 80 ações por abuso dos meios de comunicação contra Camilo

Do início de julho até o último sábado, 19, a coligação Frente Popular a Favor do Amapá (PSB/PT/PSOL e PCdoB) já entrou com mais de 80 ações na Justiça Eleitoral denunciando programas radiofônicos e emissoras de rádios, a maioria ligada ao Grupo Beija-Flor, pertencente à família do ex-senador Gilvam Borges, por abuso dos meios de comunicação, além dos jornais impressos A Gazeta e Tribuna Amapaense.

TRE/reprodução MZ
Redação MZ

De acordo com a denúncia da coligação, esses veículos agem formando uma rede de ataque contra a imagem pessoal do governador Camilo Capiberibe. Começam pelo impresso – Gazeta e Tribuna Amapaense  – , depois as rádios e por fim terminam as agressões nas emissoras de TV – Tucuju e Tarumã.

"Os ataques vão além da administração pública. Chega a ser pessoal, envolvendo até mesmo a honra e a família do governador. Por conta disso, a coligação começou entrar na Justiça Eleitoral com ações de processo e direito de resposta. Em menos de uma semana, os advogados já identificaram mais de 80 casos que vão de encontro à liberdade de expressão dada aos profissionais da comunicação", informou o assessor jurídico da coligação, Ângelo Brazil.

A trama

Uma fonte que preferiu não se identificada informou que a pauta do ataque ao governador Camilo Capiberibe é definida todas as tardes no segundo andar do prédio do Jornal a Gazeta, localizado na rua Hildemar Maia, num café oferecido pelo dono do periódico, Sillas Assis Júnior.

A tática é simples. A Gazeta publica e as 16 rádios comunitárias, bem como as TV´s pertencentes ao Grupo Beija-Flor, dão publicidade ao fato, que em 100% das vezes dá somente um lado da notícia, de forma pejorativa, usando até mesmo palavras de baixo calão.

Além de jornalistas, de acordo com a fonte, participam do café, empresários e parlamentares, que juntos traçam a estratégia para o dia seguinte. No último sábado, 19, por exemplo, às 16h, a manchete de domingo foi escolhida pelo grupo. O tema foi a BR-156. O periódico deu, além do título principal do jornal, duas páginas coloridas, onde em nenhum trecho aparece a versão do Governo do Amapá para o problema do atoleiro.

No dia seguinte, os programas de rádio conduzidos por Carlos Lobato (Tribuna da Cidade – 104,3), Jefferson Fassi (Manhã Tucuju – 102,9) deram das 7h às 8h repercussão negativa a notícia e novamente sem ouvir as fontes oficiais do governo.

"Ao meio dia, foi à vez do programa O Estado é Notícia, que entra em cadeia com as outras rádios do grupo Beija-Flor, além de ser transmitido pela TV Tucuju. Quando encerra esse programa começam outros dois. Que são Bronca Pesada e Tribuna na TV. Na verdade a programação das emissoras dos Borges é praticamente toda voltada a agredir a imagem do governador Camilo Capiberibe", destacou o assessor jurídico da coligação Frente Popular a Favor do Amapá (PSB/PT/PSOL e PCdoB) informando que é proibido colocar informações em cadeia utilizando rádios comunitárias.

Os temas da semana passada e que foram debatidos nos rádios e nas tv´s do grupo Beija-Flor foram: Na segunda foi BR-146, terça-feira o destaque foi uma denúncia do senhor Walmir do Carmo, na quarta-feira, o grupo decidiu atacar o conjunto habitacional Macapaba, quinta o tema escolhido foi UDE e Caixa Escolar.

"Basta ler o jornal de manhã e ouvir as emissoras de rádio. Até o discurso é o mesmo e tenho certeza que a Justiça Eleitoral não vai permitir que atitudes como essa prejudiquem o processo eleitoral", acredita o advogado.

_
Partido da Imprensa Golpista (PIG/AP) Partido da Imprensa Golpista (PIG/AP) Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, julho 22, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD