Header AD

O fim da picada!

O dolo consentido!

Por Rup Silva

A insanidade chegou aos pincaros na televisão do Senhor Felipe Doou, a TV AMAPÁ, definitivamente comprometida com a campanha injuriosa contra o governo do Estado e autoridades publicas constituidas , aquelas que batem de frente com o crime organizado que atua dentro do servico publico e contra seus agentes mais graduados, focada que está nas eleições de outubro, ao colocar no ar, no seu principal jornal de noticias , com largas chances de repetir em suas edições de hoje, uma entrevista como a que produziu com o senhor Reatagui, agente da Policia Federal afastado do serviço e sob processo de inquérito administrativo , irmão do ex-presidente da ALAP Moises Souza.

Mais que uma entrevista, um achinca-lhe, uma agressão, um desrespeito à sociedade amapaense, sem precedente na história jornalistica do Estado, talvez só possível pelo desvario mental de profissionais da emissora amazonense, tomados pelo ódio pessoal contra autoridades que cunprem com lisura seu papel constitucional como o Governador Camilo Capiberibe e a titular do Ministerio Publico Ivana Cei.

Ambos tiveram suas honras enxovalhados por uma pessoa banida do servico publico por prática indecorosa segundo denunciou a instituição PF que o afastou dos seus quadros.
Não quero sequer pensar que tenha sido por dinheiro, entrevista paga para ir ao ar, pois o dolo seria maior ainda da emissora do Sr. Felipe Doou, que merece ser investigado.

A coisa foi mais acintosa, tão grave e mais que isso, estúpida aos olhos do senso mais elementar, por que foi feita ao vivo, como que para livrar a responsabilidade da emissora, que não livra, daquilo que ali se diria e passaria, que de antemão saberia. Pois , como é lógico se aduzir, se editada fosse comprovaria a cumplicidade da emissora e mais comprovado ficaria o seu consentimento.
Entrevista que poderia , noentanto, ser imediatamente sustada aos primeiros indícios de agressão a duas autoridades constituídas e da mais alta relevância do Estado.

Medida que qualquer veículo de comunicação sério e responsável faria e que a TV AMAPÁ não fez por estar,talvez, eu disse talvez, cumpliciada com aquele triste episódio.
Elementar meu caro Nafes!

Eu sinceramente não sei aonde vamos com esse tipo de coisa, vindo de quem vem essas coisas.
Acho que no Amapá feneceu a idéia que a Universidade existe pra preparar cidadãos muito antes de profissionais competentes.

Aqui canudo - como se apelida o diploma profissional, que habilita para prestar o servico qualificado a sociedade, virou passaporte para o crime.Em todas as modalidades,intensidade e cor.
Como reiteradas vezes tenho dito, o Estado brasileiro, o Governo Federal, investe valores extraordinários para formar cidadãos para servir o pais: Estados e Municipios e essas pessoas desviam o caminho e se associam as práticas mais risiveis como se apoderar dos recursos publicos de forma ilegal , associados ao crime organizado , a mais comum.Penalizando os pobres e as pessoas de maior vulnerabilidade social.

Acho que tanto um como o outro, Governo do Estado e Ministerio Publico, têm a obrigação de acionar esse moço a apresentar as provas que diz ter.

Provar sobre todas as acusações feitas e cobrar da TV AMAPA a cumpricidade dela diante das graves declarações veiculadas em sua emissora, como à sustentar acusações à pricipio consideradas levianas, injuriosas e mentirosas pelas autoridades acusadas.

A menos que as ditas provas tenham sido apresentadas a TV AMAPÁ, comprovadas a autenticidade das denúncias, já feitas às autoridades competentes, passadas em cartório a ponto de merecerem ser expostas a opinião dos cidadãos lesados pelas autoridades acusadas pelo senhor Reatgui.
Sem isso, eu que não sou do Direito, e assim posso entender, se trata de matéria caluniosa com o objetivo único de ofender a honra de pessoas ilibadas.

O Ministerio Publico, pelo que fui informado e sei , tem elementos de prova para estabelecer o elo entre a TV ( mais precisamente seus integrantes), com o acusador e seus aliados.

Das razões de estarem furiosos contra o governo e o MP , provas que tem em seu poder, segundo me consta, que só precisam mudar de gavetas e se transformarem em processos.
Que aliás, cargas d'agua, é tão grave quanto se acusar leviamente uma pessoa, sem as devidas provas, conhecer o crime e não denunciar. Que, acredito piamente, pelo que conheço do trabalho do MP, não ser o caso.

Sei da morosidade da aplicação da lei. Quão dificeis são os caminhos da justiça até se chegar a verdade final. Vítima que é do tal rito processual.Aqui, no país chamado Brasil , lento e cheio de armadilhas no seu caminho.

Duma coisa tenho certeza: que essas coisas precisam ser coibidas pelas instituições competentes, principalmente a judiciaria (TRE no meio) para evitar que uma manifestação popular e democrática como o Pleito Eleitoral, vire um campo de batalha onde os espaços sejam disputados no tapa e com"merda" jogadas ao vento.
_
O fim da picada! O fim da picada! Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, julho 24, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD