Header AD

Marcos Reátegui de Souza sai do isolamento e ataca MP

Irmão do deputado Moisés Souza, Marcos Reátegui de Souza, parte para a ofensiva contra o Ministério Público do Amapá por causa de Ação na Justiça

Foto montagem - google images
Marcos Reatégui, irmão do deputado Moisés Souza(PSC), atacou a Procuradora Geral do Ministério Público Estadual(MP/AP), Ivana Franco Cei, em uma rádio local na manhã desta quinta-feira, 24. Disse que o “Ministério Público vem cometendo crimes em sequência”. O MP o acusa de autorizar pagamentos ilegais no valor de R$3,7 milhões na época que exercia o cargo de procurador Geral do Estado, na gestão de Waldez Góes.

Reategui, que já foi delegado da Polícia Federal, acabou preso por quase dois meses pela própria PF no ano passado, decorrente de investigações internas da Superintendência em Macapá, acusado de acessar e alterar sistematicamente dados sigilosos de investigação que tinha como alvo a suposta quadrilha comandada pelo empresário Luciano Marba.

Mas o que preocupa realmente o ex-delegado e ex-Procurador Geral do Estado no governo de Waldez Góes é a Ação Civil Pública protocolada na Justiça pelo MP. Os procuradores afirmam que, Armando Amaral, na época, titular da SEPLAN e o ex-delegado Marcos Reátegui, praticaram, no ano de 2006, atos de improbidade administrativa com enriquecimento ilícito, dano ao erário e violação aos princípios da administração pública para favorecer herdeiros da empresa SANECIR LTDA.

Segundo apurou a investigação do MP, Mário Antônio Marques Fascio, alegando ser possuidor de créditos, no valor de R$ 3.775.000,00 (três milhões, setecentos e setenta e cinco mil reais), referentes à prestação de serviços da empresa SANECIR LTDA ao Governo do Estado na época, buscou por todas as vias o recebimento desse montante, até que ingressou com uma ação de cobrança junto ao Governo Estadual. A referida ação foi assinada pelo advogado Josenildo de Oliveira, que em seguida seria substituído pela advogada Edhisa Maria Tork Souza, esposa de Marcos Reátegui, na época, procurador do Estado.

Marcos Reategui, que é candidato a uma vaga à Câmara Federal, sai do limbo e parte para o ataque contra a Instituição Ministério Público do Amapá. Seu alvo principal é a figura da Procuradora Geral Ivana Cei. “A procuradora Ivana está levando o Ministério Público para a lama”.

Com relação às provas apresentadas pelo MP, o ex-delegado acredita que sofre perseguição política tanto da procuradora Ivana Cei quanto do governador, Camilo Capiberibe, já que Marcos Reategui é candidato a deputado federal.

Leia mais sobre a Ação proposta pelo MP , aqui.
_
Marcos Reátegui de Souza sai do isolamento e ataca MP Marcos Reátegui de Souza sai do isolamento e ataca MP Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quinta-feira, julho 24, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD