Header AD

“Sou senador e vou cumprir meu mandato”, diz Randolfe

Depois de ser considerado a esperança da esquerda brasileira, senador Randolfe Rodrigues não irá concorrer ao governo do Estado

Houve um tempo em que o nome de  Randolfe Rodrigues satisfazia uma demanda chegando a se deparar com um dilema: ou ser candidato a Presidência da República, ou candidato ao governo do Estado? Nem uma coisa, nem outra. Os planos do senador amapaense para essas eleições parecem que não saíram como o esperado. Depois de ser considerado um expoente do Congresso e a esperança de unir a esquerda brasileira, agora o senador diz que irá exercer seu mandato até fins de 2018. Um conjunto de fatos devem ter contribuído para que não saísse candidato nessas eleições, tanto fatos de interesses nacional quanto os de interesses local. Mas isso fica para ser analisado em um outro post.

Veja carta:

“Sou senador e vou cumprir meu mandato”

 Fui eleito senador em 2010 prometendo levar este mandato até o último dia, trabalhando para garantir recursos e projetos em benefício de nosso povo e me engajando na melhoria da representação política de nosso estado, alvo de escândalos que envergonham a todos nós.

Desde então me notabilizei em garantir investimentos para áreas como: saúde – construção, reforma e compra de equipamentos em um total de R$ 18 milhões; infraestrutura – reforma do Mercado Central, praças, feiras e pavimentação, somando R$ 14 milhões; cultura – para a construção do CEU das Artes com R$ 3 milhões;  educação – para reforma, construção de escolas, aquisição de uniformes e lousas eletrônicas, algo em torno de R$ 7 milhões.

Atendendo a uma demanda de meu partido, permiti que meu nome fosse apresentado na pré-campanha presidencial, mas declinei da oficialização da candidatura por compreender que a etapa aberta em 2010 – de garantia de recursos para a melhoria do meu estado e da construção de uma frente ética a favor da renovação moral da política no Amapá – ainda não se fechou.

Essa jornada cívica exige tempo, além de maior presença em nossos municípios e de juntar forças em um mutirão de trabalho em Brasília, voltado a criar as bases de um novo modelo de desenvolvimento econômico auto-sustentado, que garanta trabalho e renda para nossos trabalhadores e trabalhadoras, e se empenhe em atrair o investimento em nosso Amapá.

Sei que muitos pensaram que minha desistência em concorrer à presidência significava, automaticamente, me posicionar como candidato ao governo do Amapá nas eleições deste ano.

Não sou candidato a governador pela mesma razão que não sou candidato a presidente. Porque a etapa que persiste é de cumprir meu primeiro mandato como senador e colaborar na reconstrução de Macapá, principal metrópole e onde concentram-se os principais problemas do nosso estado. Apenas quando considerar que a esta etapa de trabalho no senado estiver concluída me sentirei à vontade para assumir outra delegação com o mesmo afinco.

Até lá trabalharei como senador pelo bem do meu povo e do meu estado, como faço desde minha posse. Considero que a posição que meu partido vier a assumir na corrida estadual será a mais sábia possível no momento, na medida em que reconheça que é preciso unir forças para evitar que o passado manchado pela corrupção retome o comando político do Amapá, mesmo sabendo das necessidades de estabelecer críticas a setores com quem dialogaremos.

Retomo minha caminhada pelo estado, minha jornada de esperança e verdade, levando àqueles que em mim confiaram e confiam a certeza de que estou e jamais deixarei de estar aqui.

Randolfe Rodrigues, Senador da República pelo Amapá
_
“Sou senador e vou cumprir meu mandato”, diz Randolfe “Sou senador e vou cumprir meu mandato”, diz Randolfe Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sábado, junho 28, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD