Header AD

LMS versus GEA

Texto da jornalista Alcinéa Cavalcante de abril de 2011 mostra a determinação do Governo do Estado no combate à corrupção

"Extorsão, vídeos, denúncias…

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 04/06/11 as 2:19 am

“Estou consciente de q embora incompreendida por uns,a coragem q demonstrei hj serve p/reafirmar q nem tudo esta perdido.”

A frase é da secretária de Estado da Educação Miriam Corrêa, no Twitter, no começo da madrugada de hoje, cinco horas após o Governo do Estado, através da Procuradoria Geral, ter protocolado uma notícia crime na Polícia Federal acusando a empresa  LMS – que desde o governo passado tem um contrato de vigilância com a Seed – de tentativa de extorsão.

A LMS teria filmado o marido da secretária recebendo propina para facilitar a renovação do contrato da empresa com a Seed que vence em setembro. A LMS também teria filmado uma conversa entre um dos sócios da empresa e o chefe do Núcleo de Administração da Seed, na casa do primeiro.

De acordo com o governo, na quinta-feira o advogado e um dos diretores da empresa estiveram na Seed tratando sobre um pedido de prorrogação do contrato. Na ocasião disseram ao chefe do Núcleo de Administração que o contrato teria que ser mantido a qualquer custo e exibiram para o servidor público os dois vídeos dizendo que se o contrato não fosse mantido os vídeos seriam divulgados na imprensa.

No mesmo dia Miriam Corrêa recebeu no seu celular a mensagem: “Tenho um vídeo que compromete seu marido com propina da vigilância, gostaria de ouvi-la antes de colocar no ar”. Segundo o governo a origem da mensagem é o celular 9119-3565. A secretária sentiu cheiro de jabá nessa mensagem. Pode ser que o “jornalista” quisesse realmente gravar uma entrevista com ela, mas pode ser também que ele quisesse extorqui-la para não divulgar o vídeo. O comportamento do jornalista em questão deixa dúvidas, uma vez que o normal, corriqueiro e mais correto é que, em vez de enviar mensagens por celular, o jornalista interessado na entrevista vá direto ao gabinete ou faça contato com a assessoria de comunicação para marcar  entrevista.

Miriam Corrêa comunicou o fato à Procuradoria Geral do Estado e pediu providências. Ontem, por volta das 19h, a Procuradoria protocolou na Polícia Federal a notícia crime pugnando pela abertura de inquérito policial e solicitando a oitiva da secretária Miriam Corrêa, do chefe do Núcleo de Admnistração da Seed e do diretor e do advogado da LMS que estiveram na Seed.

Outro lado

O blog tentou ouvir o dono da LMS, empresário Luciano Marba, mas não conseguiu contatactá-lo. Informações que chegaram ao blog dão conta de que Marba semana passada teria demonstrado a intenção de entregar os vídeos ao governador Camilo Capiberibe. Não se sabe se entregou ou não. Há também informações de que Marba estaria disposto a entregar os vídeos originais para a Polícia Federal."
_
LMS versus GEA LMS versus GEA Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, maio 13, 2014 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD