Header AD

LMS versus GEA

Texto da jornalista Alcinéa Cavalcante de abril de 2011 mostra a determinação do Governo do Estado no combate à corrupção

"Extorsão, vídeos, denúncias…

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 04/06/11 as 2:19 am

“Estou consciente de q embora incompreendida por uns,a coragem q demonstrei hj serve p/reafirmar q nem tudo esta perdido.”

A frase é da secretária de Estado da Educação Miriam Corrêa, no Twitter, no começo da madrugada de hoje, cinco horas após o Governo do Estado, através da Procuradoria Geral, ter protocolado uma notícia crime na Polícia Federal acusando a empresa  LMS – que desde o governo passado tem um contrato de vigilância com a Seed – de tentativa de extorsão.

A LMS teria filmado o marido da secretária recebendo propina para facilitar a renovação do contrato da empresa com a Seed que vence em setembro. A LMS também teria filmado uma conversa entre um dos sócios da empresa e o chefe do Núcleo de Administração da Seed, na casa do primeiro.

De acordo com o governo, na quinta-feira o advogado e um dos diretores da empresa estiveram na Seed tratando sobre um pedido de prorrogação do contrato. Na ocasião disseram ao chefe do Núcleo de Administração que o contrato teria que ser mantido a qualquer custo e exibiram para o servidor público os dois vídeos dizendo que se o contrato não fosse mantido os vídeos seriam divulgados na imprensa.

No mesmo dia Miriam Corrêa recebeu no seu celular a mensagem: “Tenho um vídeo que compromete seu marido com propina da vigilância, gostaria de ouvi-la antes de colocar no ar”. Segundo o governo a origem da mensagem é o celular 9119-3565. A secretária sentiu cheiro de jabá nessa mensagem. Pode ser que o “jornalista” quisesse realmente gravar uma entrevista com ela, mas pode ser também que ele quisesse extorqui-la para não divulgar o vídeo. O comportamento do jornalista em questão deixa dúvidas, uma vez que o normal, corriqueiro e mais correto é que, em vez de enviar mensagens por celular, o jornalista interessado na entrevista vá direto ao gabinete ou faça contato com a assessoria de comunicação para marcar  entrevista.

Miriam Corrêa comunicou o fato à Procuradoria Geral do Estado e pediu providências. Ontem, por volta das 19h, a Procuradoria protocolou na Polícia Federal a notícia crime pugnando pela abertura de inquérito policial e solicitando a oitiva da secretária Miriam Corrêa, do chefe do Núcleo de Admnistração da Seed e do diretor e do advogado da LMS que estiveram na Seed.

Outro lado

O blog tentou ouvir o dono da LMS, empresário Luciano Marba, mas não conseguiu contatactá-lo. Informações que chegaram ao blog dão conta de que Marba semana passada teria demonstrado a intenção de entregar os vídeos ao governador Camilo Capiberibe. Não se sabe se entregou ou não. Há também informações de que Marba estaria disposto a entregar os vídeos originais para a Polícia Federal."
_
LMS versus GEA LMS versus GEA Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, maio 13, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD