Header AD

Parceria GEA e PMM é oficializada

Governo e Prefeitura unem forças para solucionar demandas de Saúde e Mobilidade Urbana

Parceria é oficializada pelo governador Camilo Capiberibe e o prefeito Clécio Luís, que assinaram dois convênios no valor de mais de R$ 7,5 milhões

Da Redação - Agência Amapá

O Governo do Amapá e a Prefeitura de Macapá uniram forças para solucionar dois dos principais problemas da capital relacionados à Saúde e à Mobilidade Urbana. Por meio de convênios, o Estado vai transferir recursos ao Município para ajudar a compor frentes de trabalho para reforma e ampliação de unidades de saúde, pavimentação e manutenção de vias nas zonas Norte e Sul de Macapá.

A parceria foi oficializada nesta sexta-feira, 7, no Palácio do Setentrião, pelo governador do Amapá, Camilo Capiberibe, e o prefeito de Macapá, Clécio Luís, que assinaram dois convênios no valor de mais de R$ 7,5 milhões – oriundos da arrecadação própria do Estado.

O primeiro acordo prevê melhorias em sete Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Esse convênio destina R$ 5,09 milhões a serem investidos em reformas, ampliação e adaptações nas unidades do Congós (R$ 703.363, 00), Rubin Aronovitch Barros (R$ 645.197,00), Perpétuo Socorro (R$ 1.018.672), Infraero II (R$ 711.554,00), São Joaquim do Pacuí (R$ 399.705,00), Pedro Barros (R$ 626.310,00) e Lélio Silva (R$ 988.779,00). Os serviços têm prazo máximo de execução fixado em seis meses.

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura, Amilton Coutinho, as obras correspondem à recuperação das instalações elétricas, hidrossanitárias, construção de novos telhados e troca do forro, recuperação do piso e pintura geral.

"Com esses investimentos vamos aprimorar os serviços de urgência e emergência. O prefeito Clécio recebeu uma rede de atendimento de saúde deteriorada. Mas, nós, do governo, entendemos que esse problema não é só do município. Cerca de 80% da demanda que recebemos no Hospital de Emergência é gerada por causa do sucateamento da rede municipal de saúde. Por isso, com a parceria, agimos na raiz do problema", justificou o governador Camilo Capiberibe.

Clécio Luís garantiu que a prefeitura já tem preparados os itens – Termo de Referência e projetos básico e executivo – necessários para o início do processo licitatório, que deve estar concluído até o final de abril.

"Nós prevemos que, daqui a oito meses, as UBSs estarão atendendo em plenas condições de acolher os usuários nos bairros, evitando assim que eles necessitem procurar diretamente a rede estadual de saúde, como no Pronto-Socorro e Pronto Atendimento Infantil. Com a parceria, vamos reconstruir mais de um terço da rede de atendimento do município", analisou o prefeito.

O governador anunciou ainda que, além das obras, as UBSs serão equipadas com novos aparelhos e mobiliários. "Uma novidade é que, em algumas dessas unidades, nós vamos instalar aparelhos de raio-x", anunciou Camilo Capiberibe.

Pavimentação

A parceria também foi estendida à Mobilidade Urbana na capital. O segundo convênio assinado nesta sexta-feira prevê a transferência de R$ 2,68 milhões para pavimentação e recuperação de vias em Macapá.

Serão 20 quilômetros de asfalto a serem distribuídos, inicalmente, nos bairros Araxá, Sol Nascente, Embrapa, Ipê, Jardim Felicidade I, Hospital de Base, Muca, Pedrinhas, Açaí e Morada das Palmeiras. De acordo com o secretário de Estado dos Transportes, Bruno Mineiro, a recuperação de algumas vias será prioritária, a exemplo da Rua Carlos Lins Cortes, no bairro Infraero, que liga a Zona Norte à Rodovia Norte Sul.

Articulação política

A solenidade de assinatura dos convênios também demonstrou a força da articulação política dos dois Executivos com os Legislativos estadual, municipal e a bancada federal amapaense. Além de secretários de Estado e do Município, a cerimônia reuniu, ainda, deputados estaduais e federais, vereadores e representantes de entidades comunitárias de Macapá.

O senador João Capiberibe, ex-governador do Amapá, enfatizou o baixo investimento na infraestrutura ligada à Saúde nas gestões que o sucederam. Ele e outros parlamentares criticaram a ausência de investimentos no setor.

"Depois que eu deixei o governo, nenhuma parede de hospital foi levantada no Amapá. Já o governador Camilo, que está investindo R$ 65 milhões do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] na construção de hospitais no Estado, mostra, com mais essa parceria que cumpre seu compromisso com a Saúde", disse o parlamentar.
_
Parceria GEA e PMM é oficializada Parceria GEA e PMM é oficializada Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, março 07, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD