Header AD

Parceria GEA e PMM é oficializada

Governo e Prefeitura unem forças para solucionar demandas de Saúde e Mobilidade Urbana

Parceria é oficializada pelo governador Camilo Capiberibe e o prefeito Clécio Luís, que assinaram dois convênios no valor de mais de R$ 7,5 milhões

Da Redação - Agência Amapá

O Governo do Amapá e a Prefeitura de Macapá uniram forças para solucionar dois dos principais problemas da capital relacionados à Saúde e à Mobilidade Urbana. Por meio de convênios, o Estado vai transferir recursos ao Município para ajudar a compor frentes de trabalho para reforma e ampliação de unidades de saúde, pavimentação e manutenção de vias nas zonas Norte e Sul de Macapá.

A parceria foi oficializada nesta sexta-feira, 7, no Palácio do Setentrião, pelo governador do Amapá, Camilo Capiberibe, e o prefeito de Macapá, Clécio Luís, que assinaram dois convênios no valor de mais de R$ 7,5 milhões – oriundos da arrecadação própria do Estado.

O primeiro acordo prevê melhorias em sete Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Esse convênio destina R$ 5,09 milhões a serem investidos em reformas, ampliação e adaptações nas unidades do Congós (R$ 703.363, 00), Rubin Aronovitch Barros (R$ 645.197,00), Perpétuo Socorro (R$ 1.018.672), Infraero II (R$ 711.554,00), São Joaquim do Pacuí (R$ 399.705,00), Pedro Barros (R$ 626.310,00) e Lélio Silva (R$ 988.779,00). Os serviços têm prazo máximo de execução fixado em seis meses.

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura, Amilton Coutinho, as obras correspondem à recuperação das instalações elétricas, hidrossanitárias, construção de novos telhados e troca do forro, recuperação do piso e pintura geral.

"Com esses investimentos vamos aprimorar os serviços de urgência e emergência. O prefeito Clécio recebeu uma rede de atendimento de saúde deteriorada. Mas, nós, do governo, entendemos que esse problema não é só do município. Cerca de 80% da demanda que recebemos no Hospital de Emergência é gerada por causa do sucateamento da rede municipal de saúde. Por isso, com a parceria, agimos na raiz do problema", justificou o governador Camilo Capiberibe.

Clécio Luís garantiu que a prefeitura já tem preparados os itens – Termo de Referência e projetos básico e executivo – necessários para o início do processo licitatório, que deve estar concluído até o final de abril.

"Nós prevemos que, daqui a oito meses, as UBSs estarão atendendo em plenas condições de acolher os usuários nos bairros, evitando assim que eles necessitem procurar diretamente a rede estadual de saúde, como no Pronto-Socorro e Pronto Atendimento Infantil. Com a parceria, vamos reconstruir mais de um terço da rede de atendimento do município", analisou o prefeito.

O governador anunciou ainda que, além das obras, as UBSs serão equipadas com novos aparelhos e mobiliários. "Uma novidade é que, em algumas dessas unidades, nós vamos instalar aparelhos de raio-x", anunciou Camilo Capiberibe.

Pavimentação

A parceria também foi estendida à Mobilidade Urbana na capital. O segundo convênio assinado nesta sexta-feira prevê a transferência de R$ 2,68 milhões para pavimentação e recuperação de vias em Macapá.

Serão 20 quilômetros de asfalto a serem distribuídos, inicalmente, nos bairros Araxá, Sol Nascente, Embrapa, Ipê, Jardim Felicidade I, Hospital de Base, Muca, Pedrinhas, Açaí e Morada das Palmeiras. De acordo com o secretário de Estado dos Transportes, Bruno Mineiro, a recuperação de algumas vias será prioritária, a exemplo da Rua Carlos Lins Cortes, no bairro Infraero, que liga a Zona Norte à Rodovia Norte Sul.

Articulação política

A solenidade de assinatura dos convênios também demonstrou a força da articulação política dos dois Executivos com os Legislativos estadual, municipal e a bancada federal amapaense. Além de secretários de Estado e do Município, a cerimônia reuniu, ainda, deputados estaduais e federais, vereadores e representantes de entidades comunitárias de Macapá.

O senador João Capiberibe, ex-governador do Amapá, enfatizou o baixo investimento na infraestrutura ligada à Saúde nas gestões que o sucederam. Ele e outros parlamentares criticaram a ausência de investimentos no setor.

"Depois que eu deixei o governo, nenhuma parede de hospital foi levantada no Amapá. Já o governador Camilo, que está investindo R$ 65 milhões do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] na construção de hospitais no Estado, mostra, com mais essa parceria que cumpre seu compromisso com a Saúde", disse o parlamentar.
_
Parceria GEA e PMM é oficializada Parceria GEA e PMM é oficializada Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, março 07, 2014 Rating: 5



SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD