Header AD

GEA e o erro fornecido ao IBGE

Depois de SP, Amapá diz que dados do IBGE sobre funcionalismo estão errados

 Depois de São Paulo, nesta sexta-feira, 14, foi a vez do Amapá afirmar que os números referentes ao Estado na pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) sobre o funcionalismo no Brasil estão errados. Segundo o levantamento, o Amapá seria disparado o recordista em contratações de funcionários em cargos comissionados (sem concurso público).

Entre 2012 e 2013, esse número teria saltado de 1752 para 5254. “Houve um erro grave na informação fornecida ao IBGE pelo Secretaria de Administração do Estado. Estamos apurando o que houve, mas a culpa não é do instituto”, disse ao Estado o secretário de Planejamento do Amapá, José Ramalho de Oliveira. A pasta afirma que já comunicou o erro, mas ainda não calculou o número correto.

O IBGE divulgou nesta quinta-feira, 13, números errados sobre o funcionalismo de São Paulo, causando protestos do governo Geraldo Alckmin (PSDB). Na manhã desta sexta, porém, o governador reconheceu que sua gestão passou dados errados para órgão. Mas disse que uma retificação foi feita no ano passado e ignorada.

“Houve uma informação equivocada da Secretaria de Gestão, que depois foi corrigida. O IBGE errou, mas depois resolveu o problema. O que queríamos era transparência”, afirmou Alckmin.
Na pesquisa, divulgada nessa quinta, 13, o IBGE informou que, entre 2012 e 2013, os Estados criaram 10.386 cargos sem realizar concurso público. Desse total, quase 7 mil teriam sido criados em São Paulo.

Pedro Venceslau - ESTADÃO
_
GEA e o erro fornecido ao IBGE GEA e o erro fornecido ao IBGE Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on segunda-feira, março 17, 2014 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD