Header AD

CNJ investiga desembargadora que pagou R$ 16 milhões

A desembargadora Marneide Merabet do Tribunal de Justiça do Pará é alvo de investigação pelo CNJ por autorizar pagamento de 16 milhões a interventor da CELPA

O Conselho Nacional de Justiça decidiu investigar a atuação da desembargadora Marneide Merabet, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, depois que ela decidiu adiantar um pagamento milionário ao interventor judicial da companhia de energia paraense. O caso foi identificado pelo conselheiro do CNJ, Gilberto Valente Martins, que durante o recesso do Judiciário ocupou a Corregedoria Nacional de Justiça. No final do ano passado, a desembargadora autorizou o pagamento de R$ 20 milhões, dos quais R$ 16,4 milhões já foram efetivamente repassados, ao interventor judicial da Celpa (Centrais Elétricas do Pará), Mauro Santos. Em recuperações judiciais, o interventor recebe, tradicionalmente na fase final do processo, uma espécie de bônus, baseado no tamanho da dívida da empresa que foi recuperada. O pagamento adiantado foi requisitado pelo próprio interventor à Justiça. O pedido foi negado pela Justiça de primeira instância, mas posteriormente concedido por Merabet. Leia mais, aqui.
_
CNJ investiga desembargadora que pagou R$ 16 milhões CNJ investiga desembargadora que pagou R$ 16 milhões Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on terça-feira, fevereiro 11, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD