Header AD

A ruptura PT/PCdoB no Maranhão

O repúdio ao clã Sarney pode levar ruptura de aliança

flavio-dino-aecio-neves-eduardo-campos

Flávio Dino, presidente da Embratur; Aécio Neves, PSDB; e Eduardo Campos, PSB (Fotos: Ag. Câmara :: Ag. Estado :: Fernando Conrado)

Por Ricardo Setti, na Veja

No Maranhão, o acordo de dias atrás entre o PMDB da governadora Roseana Sarney e o PT para que o lulopetismo apoie o candidato oficial, o secretário estadual de Infraestrutura, Luís Fernando Silva, visou nocautear o nome que atualmente lidera as pesquisas de intenção de voto — Flávio Dino, o presidente da Embratur e ex-deputado federal pelo PCdoB, partido aliado histórico dos petistas.

Dino, porém, não está quieto. Em manobra surpreendente, antes do acordo PMDB-PT, ele próprio havia procurado o presidenciável do partido arquiadversário do PT — o senador Aécio Neves, do PSDB — para oferecer-lhe o palanque no Maranhão. Disse a Aécio que, devido ao apoio da presidente Dilma ao clã Sarney, a que se opôs durante toda sua carreira política, ele não fará campanha pela presidente no Estado.

A mesma oferta já chegou ao presidenciável do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
_
A ruptura PT/PCdoB no Maranhão A ruptura PT/PCdoB no Maranhão Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, dezembro 06, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD