Header AD

A ruptura PT/PCdoB no Maranhão

O repúdio ao clã Sarney pode levar ruptura de aliança

flavio-dino-aecio-neves-eduardo-campos

Flávio Dino, presidente da Embratur; Aécio Neves, PSDB; e Eduardo Campos, PSB (Fotos: Ag. Câmara :: Ag. Estado :: Fernando Conrado)

Por Ricardo Setti, na Veja

No Maranhão, o acordo de dias atrás entre o PMDB da governadora Roseana Sarney e o PT para que o lulopetismo apoie o candidato oficial, o secretário estadual de Infraestrutura, Luís Fernando Silva, visou nocautear o nome que atualmente lidera as pesquisas de intenção de voto — Flávio Dino, o presidente da Embratur e ex-deputado federal pelo PCdoB, partido aliado histórico dos petistas.

Dino, porém, não está quieto. Em manobra surpreendente, antes do acordo PMDB-PT, ele próprio havia procurado o presidenciável do partido arquiadversário do PT — o senador Aécio Neves, do PSDB — para oferecer-lhe o palanque no Maranhão. Disse a Aécio que, devido ao apoio da presidente Dilma ao clã Sarney, a que se opôs durante toda sua carreira política, ele não fará campanha pela presidente no Estado.

A mesma oferta já chegou ao presidenciável do PSB, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
_
A ruptura PT/PCdoB no Maranhão A ruptura PT/PCdoB no Maranhão Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, dezembro 06, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD