Header AD

Irmão de Moisés Souza é solto em Brasília

Delegado da PF suspeito de subtrair depoimento é solto em Brasília

Por  G1 | Para: CBN Foz

Delegado da PF Marcos Reategui
-Reprodução/googleimages
O delegado da Polícia Federal no Amapá Marcos Reátegui, teve a prisão preventiva revogada na noite de sexta-feira (13) pelo Juiz Paulo Togo, da 4ª Vara Criminal do Tribunal Regional Federal. Reátegui estava preso em Brasília desde 28 de novembro, suspeito de ter acesso a informações sigilosas de pessoas que estariam sendo investigadas PF no Amapá.

O advogado Maurício Pereira explicou que foi atendido o pedido de substituição da prisão pelo afastamento cautelar do advogado até a conclusão da investigação. "Não havia necessidade para a prisão do delegado Marcos, já que para satisfazer os interesses da investigação bastava apenas que ele fosse afastado da função", justificou Pereira, dizendo que o pedido de afastamento do cargo partiu do próprio Reátegui.

O delegado foi solto ainda na noite de sexta-feira e retornará para Macapá, onde acompanhará o andamento do caso. Segundo o advogado, Reátegui poderá viajar novamente apenas sob liberação judicial.

Durante os dias de prisão, o suspeito ficou detido na Superintendência da Polícia Federal em Brasília, e posteriormente, foi transferido para o presídio da Papuda, também na capital federal.

Entenda o caso

Marcos Reátegui, que exerceu o cargo de procurador-geral do Estado na gestão do ex-governador Waldez Góes, é investigado pela corregedoria da PF no Amapá há 2 anos. Segundo a Polícia Federal, Reátegui subtraiu um depoimento colhido por ele, em 24 de outubro, prestado pelo empresário Luciano Marba, suspeito de mandar matar o sócio dele numa empresa de vigilância, em fevereiro de 2013.

Para o advogado, a prisão de Reátegui tem "conotação política" por ele ser irmão do deputado estadual Moisés Souza (PSC), afastado pela Justiça em junho de 2012 da mesa diretora da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap). O parlamentar é suspeito de lavagem de dinheiro, peculato e formação de quadrilha.

Após análise na documentação recolhida na casa de Luciano Marba, o Ministério Público do Estado do Amapá (MPE) informou que o empresário havia pagado contas pessoais de Moisés Souza, irmão do delegado.
_
Irmão de Moisés Souza é solto em Brasília Irmão de Moisés Souza é solto em Brasília Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, dezembro 15, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD