Header AD

Amapá em destaque

Amapá tem o menor índice de óbitos pós-neonatais no Norte

divulgação: Domiciano Gomes de Amapá 247 - O Estado do Amapá teve o menor índice de óbitos pós-neonatais da região Norte do país em 2012. Os dados fazem parte da Síntese de Indicadores Sociais 2013 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referente a proporção de óbitos de menores de 1 ano ocorridos no ano por período de ocorrência segundo  as  Unidades da Federação. De acordo com os indicadores o índice de óbitos pós-neonatais no Amapá foi de (25,2), bem abaixo do Amazonas (42,4), maior índice da região, seguido do Acre (40,1); Tocantins (39,6); Roraima (38,1); Rondônia (35,9) e Pará (34,7).

Os óbitos infantis são analisados em três componentes: neonatal precoce (crianças de 0 a 6 dias), neonatal tardia (de 7 a 27 dias) e pós-neonatal (de 28 a 364 dias).

Segundo o IBGE em 2012, 50,8% dos óbitos infantis registrados no país foram neonatais precoces, 31,9% foram pós-neonatais e 17,3%, neonatais tardios, mas os percentuais de óbitos pós-neonatais permanece significativos. No Brasil, a mortalidade pós-neonatal prevaleceu até o final da década de 1980, quando então, começaram a predominar as componentes neonatais (precoce e tardia) que, em 2012, representaram 68,1% dos óbitos de menores de 1 ano.

Em nível nacional, os piores percentuais das mortes na fase pós-neonatal estão no Amazonas; Sergipe, onde essa proporção alcança 41,5%; e Acre, com 40,1%. A pesquisa observa ainda que os percentuais de óbitos pós-neonatais ainda se mantêm significativos, mesmo nas áreas mais desenvolvidas do país.

A subnotificação dos óbitos resulta da desigualdade de acesso a determinados bens e serviços, especialmente os relacionados à saúde, fatores culturais e socioeconômicos e às grandes distâncias entre as comunidades locais e os cartórios, normalmente presentes em áreas de maior densidade populacional.

Com os avanços nas áreas de saneamento e saúde, os óbitos infantis tendem a se concentrar na componente neonatal precoce. Em países mais desenvolvidos e menos desiguais, 90% da mortalidade infantil se concentra entre 0 a 6 dias de idade.
_
Amapá em destaque Amapá em destaque Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, dezembro 25, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD