Header AD

Amapá em destaque

Amapá tem o menor índice de óbitos pós-neonatais no Norte

divulgação: Domiciano Gomes de Amapá 247 - O Estado do Amapá teve o menor índice de óbitos pós-neonatais da região Norte do país em 2012. Os dados fazem parte da Síntese de Indicadores Sociais 2013 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referente a proporção de óbitos de menores de 1 ano ocorridos no ano por período de ocorrência segundo  as  Unidades da Federação. De acordo com os indicadores o índice de óbitos pós-neonatais no Amapá foi de (25,2), bem abaixo do Amazonas (42,4), maior índice da região, seguido do Acre (40,1); Tocantins (39,6); Roraima (38,1); Rondônia (35,9) e Pará (34,7).

Os óbitos infantis são analisados em três componentes: neonatal precoce (crianças de 0 a 6 dias), neonatal tardia (de 7 a 27 dias) e pós-neonatal (de 28 a 364 dias).

Segundo o IBGE em 2012, 50,8% dos óbitos infantis registrados no país foram neonatais precoces, 31,9% foram pós-neonatais e 17,3%, neonatais tardios, mas os percentuais de óbitos pós-neonatais permanece significativos. No Brasil, a mortalidade pós-neonatal prevaleceu até o final da década de 1980, quando então, começaram a predominar as componentes neonatais (precoce e tardia) que, em 2012, representaram 68,1% dos óbitos de menores de 1 ano.

Em nível nacional, os piores percentuais das mortes na fase pós-neonatal estão no Amazonas; Sergipe, onde essa proporção alcança 41,5%; e Acre, com 40,1%. A pesquisa observa ainda que os percentuais de óbitos pós-neonatais ainda se mantêm significativos, mesmo nas áreas mais desenvolvidas do país.

A subnotificação dos óbitos resulta da desigualdade de acesso a determinados bens e serviços, especialmente os relacionados à saúde, fatores culturais e socioeconômicos e às grandes distâncias entre as comunidades locais e os cartórios, normalmente presentes em áreas de maior densidade populacional.

Com os avanços nas áreas de saneamento e saúde, os óbitos infantis tendem a se concentrar na componente neonatal precoce. Em países mais desenvolvidos e menos desiguais, 90% da mortalidade infantil se concentra entre 0 a 6 dias de idade.
_
Amapá em destaque Amapá em destaque Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on quarta-feira, dezembro 25, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD