Header AD

FLAP

Flap encerra programações com sucesso e recorde de público

Da Redação
Governador Camilo Capiberibe se declarou extremamente feliz “porque estamos mudando
o Amapá por meio da educação e a Flap tem tudo a ver”
Quando o governador Camilo Capiberibe sancionou a lei que instituiu a Feira do Livro do Amapá (Flap) tornando sua realização obrigatória e anual, muitos não acreditavam que ela se tornasse o maior evento literário do Estado e um dos maiores da Região Norte. A Flap 2013, com sua programação rica e diversificada, foi sucesso entre os visitantes que aprovaram o evento.

A Casa do Artesão, onde aconteceram os sete dias de Feira, sempre esteve lotada. Com o tema "Leitura e Sustentabilidade", as programações não se prenderam apenas em Macapá, mas incluíram também os municípios de Santana e Mazagão.

"Aconteceram inserções artísticas em vários pontos da cidade como o Mercado do Pescado e a Fortaleza de São José. Os artistas amapaenses estão aderindo cada vez mais à Flap e, este ano, saltamos de R$ 100 mil para R$ 200 mil em vales-livros, o que prova que o governador Camilo Capiberibe tem o compromisso com a valorização do artista local e com a educação", afirmou Carla Nobre, presidente do Comitê Executivo da Feira.

Pela primeira vez participando da Flap, a escritora amapaense Vânia Beatriz disse que realizou um sonho. "Meu primeiro sonho foi a publicação do meu livro, 'Um sonho de viagem', que são crônicas sobre a França, e o segundo foi participar. As pessoas procuram bastante o meu livro, estou muito feliz por isso e com certeza quero estar aqui no ano que vem", comentou.

A Flap era uma programação voltada para todos. A contadora Maria Avelar disse que aprovou a organização e a iniciativa do evento. "Está tube bem organizado, e mesmo com bastante pessoas, dá para visitar os estandes e assistir as apresentações. Esse incentivo é importante porque as pessoas precisam ler mais, leitura é fundamental", recomendou.

Encerrando as programações, a Flap 2013, dentre outros, contou com apresentações de Marabaixo, música, teatro e arte circense e declamações de poesia. O governador Camilo falou da satisfação de ver a Feira lotada e com pessoas interessadas em ter acesso à leitura.

"Estou saindo de uma mesa de debates sobre a memória da ditadura militar e o auditório estava lotado. Isso é o reflexo da Feira do Livro deste ano com programações sempre muito procuradas. Fiquei extremamente feliz porque tivemos uma matéria publicada nacionalmente falando sobre a 'Palavra', que é a moeda da Feira que foi dada de graça para alunos e professores da rede pública. E é dessa forma que estamos mudando o Amapá por meio da educação, uma vez que a Flap tem tudo a ver com educação", acentuou.


Noite de autógrafos

Quem aprecia uma boa leitura teve um brinde a mais no encerramento da Flap: a noite de autógrafos com os escritores João Alberto Capiberibe, Francisco Soriano e Paulo Fontelles.

"Para mim é uma honra receber o autógrafo do senador Capiberibe porque ele é um homem que tem uma história no Amapá. Comprei dois livros, um para mim e outro para um amigo que mora em Caiena", a disse a empresária Cecília Le Cornec.

Capiberibe afirmou que foi uma satisfação muito grande participar da Feira do Livro este ano, com a obra recém-lançada, "Florestas do meu exílio", que conta um pedaço da vida do senador, trajetória romanceada que começa nos anos de chumbo da ditadura, depois com a prisão e o exílio no Chile.

"Não fazia ideia de como havia ficado grandioso esse evento. Ano passado participei, mas ainda não tinha lançado o livro. Hoje participo diretamente como escritor e é uma alegria muito grande receber o carinho das pessoas", reconheceu.

Álvaro Penha/Seinf
_
FLAP FLAP Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on domingo, novembro 03, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD