Header AD

Defesa do empresário Luciano Marba contesta teor de gravações

Numa entrevista para tv local advogado Valdenes Barbosa apresenta-se em defesa de Luciano Marba

Defesa de Luciano Marba se pronuncia e contesta acusações / foto -G1/AP
Nesta quinta-feira, 31, o advogado do empresário Luciano Marba, Valdenes Barbosa, concedeu entrevista a uma emissora de tv local, contestando o teor das gravações que comprometem seu cliente. A defesa alega que para compreender os diálogos é preciso conhecer o contexto da conversa. Segundo o advogado, em todas as gravações não se pode dizer se as coisas aconteceram ou não, por não se conhecer o contexto em que aquilo foi dito. Quando o advogado afirma ser necessário conhecer o contexto para compreender um diálogo, ele se enche de razão e, enche-se mais ainda quando afirma que “até em juízo pra que você pegue uma fala, você precisa incluir ela num contexto...”. Essa é uma verdade sabida de todos e nisso todos concordam, mas o que surpreendeu a sociedade macapaense foi a afirmativa de Marba: "você me obrigou a mandar matar uma pessoa". Vejamos, o verbo obrigar foi empregado no pretérito perfeito do indicativo, forma verbal utilizada para falar de um fato ocorrido e concluído em determinado momento do passado, fato este identificado no enunciado: mandar matar. Mas se a frase afirmativa de Marba significa, na verdade, uma negativa, um possível contexto irá esclarecer de modo cabal à luz das informações contíguas. Contudo, o que intriga a investigação é o encadeamento das palavras de Marba: você me obrigou a mandar matar uma pessoa; já que a proposição remete, coincidentemente ou não, a um fato ocorrido também num tempo passado: o assassinato do ex sócio, Edival Santos. Resta, agora, à investigação concluir com base nos fatos e no amontoado de disse-não-disse o que realmente foi dito e feito.

Leia também...
Grampos comprometem empresário Luciano Marba

LMS-Vigilância: a pedra no sapato do Governo Camilo
_

Defesa do empresário Luciano Marba contesta teor de gravações Defesa do empresário Luciano Marba contesta teor de gravações Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, novembro 01, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD