Header AD

Gestão na CEA passa a ser compartilhada com a Eletrobras

Energia: "É uma revolução o que está acontecendo hoje no Amapá", resume o ministro Edison Lobão

Da Redação da Agência Amapá
Camilo fez questão de agradecer apoio da bancada federal do Amapá, da Assembleia Legislativa e do Governo Federal pela condução do processo

O governador Camilo Capiberibe e o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, assinaram nesta quinta-feira, 12, em Brasília, o Acordo de Acionistas que permitirá a gestão compartilhada entre a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) e a Eletrobras. A cerimônia ocorreu no Ministério das Minas e Energia (MMA) e contou com a presença do ministro Edison Lobão.

"Esse é um passo importante para a solução definitiva dos nossos problemas de energia. Somos um Estado pequeno, mas com grande potencial, podemos gerar energia para o Amapá e o Brasil. A assinatura do Acordo é mais um avanço para que o nosso Estado cresça como não cresceu até agora por falta de energia, um gargalo que começamos a vencer, e contribua com o momento que o país e o setor energético vivem hoje. Esse momento representa, para mim, como governador, o cumprimento de um compromisso que assumi nos palanques, em 2010, de que enfrentaríamos as decisões que seriam necessárias, independente dos riscos políticos e de maneira diferente do governo que me antecedeu", ressaltou Camilo durante seu discurso.

O ministro Edison Lobão criticou as administrações estaduais anteriores à de Camilo Capiberibe, afirmando que acompanha a situação do Amapá há muito tempo. "O que houve ali, ao longo de muitos governos, não estou falando do seu, governador – o senhor foi daqueles que mais se preocuparam em resolver esse assunto, o seu pai [João Capiberibe] teve também preocupação com isso –, mas houve outros momentos em que outros governos não se preocuparam com o que ocorria no Amapá em relação à energia elétrica", enfatizou.

O ministro pontuou ainda que a situação da CEA não foi a única no país, mas que o que ele viu no Amapá só poderia ser chamado de "descalabro".

Com o andamento do processo de federalização da CEA, a companhia receberá R$ 210 milhões para investir na rede elétrica do Estado até 2016 e garantir a segurança energética para a população do Estado. Além disso, essa medida dará um impulso vital para alavancar o desenvolvimento do Amapá. Até 2017, a Companhia estará operando com saldo positivo, segundo previsão de técnicos da CEA e da Eletrobras.

"Não foi fácil chegar até aqui e não será fácil chegar até o final desse processo, mas o Governo do Estado está comprometido a promover o desenvolvimento do Amapá e um dos passos para isso é resolver o problema da CEA. E é o que nós estamos fazendo em conjunto com o Executivo Federal", afirmou o governador.

Camilo Capiberibe disse que vai trabalhar para que as tarifas de energia não sejam alteradas e solicitou o apoio da Eletrobras e do MMA para que a CEA possa adquirir uma cota maior de energia velha – energia que é gerada em usinas em funcionamento e com seus investimentos já pagos, que tem um custo menor e é conhecida no setor como "energia velha". Ele afirmou que não é justo a população do Amapá, que há tantos anos sofre com a baixa qualidade da energia, ter que arcar com reajuste tarifário.

"Deixo aqui na mesa o nosso pleito, ministro, que conta com o apoio da presidenta Dilma, segundo a conversa que tivemos em abril do ano passado, quando ela disse que compreende as dificuldades de fornecer energia elétrica na Amazônia, nas comunidades indígenas, nas comunidades ribeirinhas e nos municípios pequenos. Peço também o reconhecimento para as ações que o nosso governo está fazendo, enfrentando dificuldades enormes, para sanear o setor elétrico do Estado e não 'empurrar com a barriga' o problema. Peço ao senhor, ministro Lobão, que olhe com carinho a nossa solicitação", concluiu Camilo Capiberibe.


O governador fez questão de agradecer o apoio da bancada federal do Amapá, da Assembleia Legislativa e do Governo Federal pela condução do processo.

Participaram do evento parlamentares federais do Amapá; presidente da CEA, José Ramalho; secretária da Receita Estadual, Jucinete Alencar; procurador-geral do Amapá, Antônio Kleber; secretários de Estado do Planejamento, Juliano Del Castilo; da Representação em Brasília, Diva Ribeiro; técnicos da Eletrobras e do MME.

Sal Freire/Seab
_
Gestão na CEA passa a ser compartilhada com a Eletrobras Gestão na CEA passa a ser compartilhada com a Eletrobras Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, setembro 13, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário




SE O LEITOR TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é espaço dedicado ao jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se não tem conta no PayPal, não é necessidade se inscrever para doar ou assinar, basta apenas usar o cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD