Header AD

Gestão na CEA passa a ser compartilhada com a Eletrobras

Energia: "É uma revolução o que está acontecendo hoje no Amapá", resume o ministro Edison Lobão

Da Redação da Agência Amapá
Camilo fez questão de agradecer apoio da bancada federal do Amapá, da Assembleia Legislativa e do Governo Federal pela condução do processo

O governador Camilo Capiberibe e o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, assinaram nesta quinta-feira, 12, em Brasília, o Acordo de Acionistas que permitirá a gestão compartilhada entre a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) e a Eletrobras. A cerimônia ocorreu no Ministério das Minas e Energia (MMA) e contou com a presença do ministro Edison Lobão.

"Esse é um passo importante para a solução definitiva dos nossos problemas de energia. Somos um Estado pequeno, mas com grande potencial, podemos gerar energia para o Amapá e o Brasil. A assinatura do Acordo é mais um avanço para que o nosso Estado cresça como não cresceu até agora por falta de energia, um gargalo que começamos a vencer, e contribua com o momento que o país e o setor energético vivem hoje. Esse momento representa, para mim, como governador, o cumprimento de um compromisso que assumi nos palanques, em 2010, de que enfrentaríamos as decisões que seriam necessárias, independente dos riscos políticos e de maneira diferente do governo que me antecedeu", ressaltou Camilo durante seu discurso.

O ministro Edison Lobão criticou as administrações estaduais anteriores à de Camilo Capiberibe, afirmando que acompanha a situação do Amapá há muito tempo. "O que houve ali, ao longo de muitos governos, não estou falando do seu, governador – o senhor foi daqueles que mais se preocuparam em resolver esse assunto, o seu pai [João Capiberibe] teve também preocupação com isso –, mas houve outros momentos em que outros governos não se preocuparam com o que ocorria no Amapá em relação à energia elétrica", enfatizou.

O ministro pontuou ainda que a situação da CEA não foi a única no país, mas que o que ele viu no Amapá só poderia ser chamado de "descalabro".

Com o andamento do processo de federalização da CEA, a companhia receberá R$ 210 milhões para investir na rede elétrica do Estado até 2016 e garantir a segurança energética para a população do Estado. Além disso, essa medida dará um impulso vital para alavancar o desenvolvimento do Amapá. Até 2017, a Companhia estará operando com saldo positivo, segundo previsão de técnicos da CEA e da Eletrobras.

"Não foi fácil chegar até aqui e não será fácil chegar até o final desse processo, mas o Governo do Estado está comprometido a promover o desenvolvimento do Amapá e um dos passos para isso é resolver o problema da CEA. E é o que nós estamos fazendo em conjunto com o Executivo Federal", afirmou o governador.

Camilo Capiberibe disse que vai trabalhar para que as tarifas de energia não sejam alteradas e solicitou o apoio da Eletrobras e do MMA para que a CEA possa adquirir uma cota maior de energia velha – energia que é gerada em usinas em funcionamento e com seus investimentos já pagos, que tem um custo menor e é conhecida no setor como "energia velha". Ele afirmou que não é justo a população do Amapá, que há tantos anos sofre com a baixa qualidade da energia, ter que arcar com reajuste tarifário.

"Deixo aqui na mesa o nosso pleito, ministro, que conta com o apoio da presidenta Dilma, segundo a conversa que tivemos em abril do ano passado, quando ela disse que compreende as dificuldades de fornecer energia elétrica na Amazônia, nas comunidades indígenas, nas comunidades ribeirinhas e nos municípios pequenos. Peço também o reconhecimento para as ações que o nosso governo está fazendo, enfrentando dificuldades enormes, para sanear o setor elétrico do Estado e não 'empurrar com a barriga' o problema. Peço ao senhor, ministro Lobão, que olhe com carinho a nossa solicitação", concluiu Camilo Capiberibe.


O governador fez questão de agradecer o apoio da bancada federal do Amapá, da Assembleia Legislativa e do Governo Federal pela condução do processo.

Participaram do evento parlamentares federais do Amapá; presidente da CEA, José Ramalho; secretária da Receita Estadual, Jucinete Alencar; procurador-geral do Amapá, Antônio Kleber; secretários de Estado do Planejamento, Juliano Del Castilo; da Representação em Brasília, Diva Ribeiro; técnicos da Eletrobras e do MME.

Sal Freire/Seab
_
Gestão na CEA passa a ser compartilhada com a Eletrobras Gestão na CEA passa a ser compartilhada com a Eletrobras Reviewed by Nezimar Borges/ Ana Maria Marat on sexta-feira, setembro 13, 2013 Rating: 5

SE VOCÊ TEM ALGUMA NOTÍCIA PARA COMPARTILHAR, ENVIE PARA O WHATSAPP (96)98135-3197.


O Diário do Meio do Mundo é um site de jornalismo independente. Contribua para mantê-lo online. Obrigado! Se você não tem uma conta no PayPal, não há necessidade de se inscrever para doar ou assinar, você pode apenas usar qualquer cartão de crédito ou de débito. Para quem prefere fazer depósito em conta: Banco do Brasil; Agência: 2825-8; CC: 219.880-0.


Post AD